Teatro Nacional D. Maria II começa o ano a Antecipar o Futuro, em Lagoa

282 views

A programação de 2024 do Teatro Nacional D. Maria II tem início em Lagoa, de 11 a 14 de janeiro, com a segunda edição do ciclo de cultura contemporânea Antecipar o Futuro, uma iniciativa de entrada livre, promovida pelo Teatro Nacional D. Maria II, a NTT DATA e O Espaço do Tempo.

Ao longo de 4 dias, esta edição do ciclo pretende atravessar e confrontar a encruzilhada da indústria do turismo que alavanca a economia portuguesa, com as suas vicissitudes, procurando sensibilizar para a importância do papel das artes e da cultura. Através das práticas artísticas performativas e visuais e do pensamento contemporâneo, este programa visa dissecar criticamente a noção de turismo, contribuindo para pensar Portugal, em particular a região do Algarve e, mais especificamente, Lagoa.

A programação do Antecipar o Futuro começa no dia 11 de janeiro, quinta-feira, às 18h, com uma Conferência de Abertura, no Auditório Carlos do Carmo, que dará o mote para um programa de atividades em torno da temática Turismo Crítico.

Nos três dias seguintes, de 12 a 14 de janeiro, sexta a domingo, segue-se um programa intenso, composto por uma mesa redonda sobre o futuro do turismo; exibição de três curtas-metragens, com curadoria do Colectivo Pátio; uma conferência-performance da artista Odete com os cientistas João Paulo André e Pedro Augusto (O Som da Ciência); as performances A última fila é futuro, da dupla artística composta por Filipa Brito e Nelson Guerreiro Espaço, e Espaço (IN)finito, do ator, tarólogo e estudante de astrologia Sérgio de Brito; pré-lançamento da publicação impressa (Des-)Guia Turístico Lagoa: 2023-24, seguido do lançamento do álbum de postais e leitura de textos de Mathieu Fleury; e ainda uma Festa (Fu-)Turista, promovida pela dupla de DJs Os Calipos, e um DJ set de Sónia Trópicos, a encerrar a programação dos dias 13 e 14 de janeiro, respetivamente.

Do programa do Antecipar o Futuro, fazem também parte as performances Búzio, de Ana Baptista, e VIATURAS, de Ana Mula, os dois projetos vencedores da 2ª edição do Antecipar o Futuro, um programa de residências artísticas desenvolvido pelo Teatro Nacional D. Maria II, a NTT DATA e O Espaço do Tempo, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de projetos de investigação de jovens artistas. Com formato de performance, estas duas apresentações procuram mostrar o resultado do trabalho de investigação desenvolvido pelas duas artistas ao longo do ano de 2023. No caso de Búzio, trata-se de uma investigação sobre a dualidade “realismo” vs. “utopia” no campo do turismo balnear, enquanto VIATURAS remete para preocupações de sustentabilidade ambiental devidas ao esgotamento de recursos, à destruição de ecossistemas e à poluição.

Neste início de 2024, todos os caminhos vão dar a Lagoa, para 4 dias dedicados a pensar o turismo, as artes e a cultura, num ciclo de entrada livre.

Programa completo do ciclo Antecipar o Futuro disponível aqui.

Fonte: tndm.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar