C.A. VILAR DE MOUROS REVELA CARTAZ E DATAS

352 views

Limp Bizkit, The Prodigy, James, Pendulum, Within Temptation, Xutos & Pontapés, Ornatos Violeta, The Bloody Beetroots DJ set, Millencolin, Peaches, Guano Apes, Enter Shikari, Apocalyptica, Bizarra Locomotiva, The Last Internationale, Nowhere To Be Found e Micomaníacos são os Artistas confirmados para a edição de 2023, com quatro dias.

Festival de Vilar de Mouros está de regresso ao Alto Minho.
Esta edição chega com uma surpresa: terá a duração de quatro dias – 23, 24, 25 e 26 de Agosto!

O festival mais antigo da Península Ibérica apresenta um cartaz ímpar, vincando o desejo da organização de se superar ano após ano: Limp BizkitThe ProdigyJamesPendulumWithin TemptationXutos e PontapésOrnatos VioletaThe Bloody Beetroots DJ setMillencolinPeachesGuano ApesEnter ShikariApocalypticaBizarra LocomotivaThe Last InternationaleNowhere To Be Found Micomaníacos são os nomes confirmados para quatro dias intensos no coração do Minho.

Crédito Agrícola, associa-se ao Festival como naming sponsor – nasce em 2023 o CA Vilar de Mouros.
LIDL é o novo premium sponsor.
SIC e a M80 seguem de mãos dadas com o Festival, como media partners.
E nunca é demais referir a importância do Município de Caminha e da Junta de Freguesia de Vilar de Mouros, promotores do Festival e parceiros fundamentais para que estes dias inesquecíveis sejam possíveis.

Os bilhetes para esta edição histórica do CA Vilar de Mouros:
Passe 4 dias (23, 24, 25 e 26 de Agosto) – 120,00€
Passe 3 dias (24, 25 e 26 de Agosto) – 90,00€
Bilhete diário – 45,00€
Os ingressos já estão à venda em exclusivo na See Tickets https://www.seetickets.com/pt e em www.festivalvilardemouros.pt.

Para que a experiência seja ainda mais envolvente e segura, o passe de 3 e 4 dias dará acesso ao campismo entre os dias 20 e 27 de Agosto, quando acompanhado da pulseira do festival.
Os bilhetes diários permitem adquirir uma pulseira de camping diária, dando acesso ao campismo no dia em questão, até às 14 horas do dia seguinte. E, hey!, tem chuveiros com água quente!
Toda a informação sobre o campismo pode ser consultada em www.festivalvilardemouros.pt.

A noite de abertura, 23 de Agosto, é dos Limp Bizkit, num muito aguardado regresso a Portugal, após o cancelamento da Digressão Europeia em 2022. Os norte-americanos liderados por Fred Durst e Wes Borland são umas das mais respeitadas e premiadas bandas da nossa era, precursores do Nu Metal e Rap Metal, com êxitos como “Rollin’”, “Break Stuff” e “Behind Blue Eyes”. Xutos & Pontapés, a histórica banda portuguesa sobe também ao palco, marcando o tom certo para o que deve ser um festival de Verão: espera-se um concerto emotivo, com o público ao rubro, numa celebração da música e apenas da música! Também confirmados para este dia estão os Enter Shikari, vanguardistas genuínos do electronicore, o estilo que combina post-hardcore e metalcore com música electrónica, e The Last Internationale, banda rock Norte Americana com raízes portuguesas, que abordarão temas bastante políticos, como a guerra, a classe operária ou abusos de poder, e prometem mensagens de esperança nas suas letras revolucionárias. Neste dia, a banda local Micomaníacos terá a sua estreia no palco principal de um Festival, para relembrar que o talento reside, também, no Minho.

Os britânicos The Prodigy actuam em Vilar de Mouros a 24 de Agosto. Nome incontornável da música eletrónica com pendor maximalista, prometem devolver à pacata vila minhota o espírito frenético e explosivo dos anos 90, tão bem patente em músicas como “Breathe” e “Firestarter”. A noite de festa tem ainda The Bloody Beetroots em DJ set – uma força imparável da música hardcore e das batidas pulsantes, o rock alternativo dos Nowhere To Be Found, que com melodias cativantes e letras emotivas criam um concerto envolvente e único -, e o punk rock dos suecos Millencolin, banda conhecida pela energia contagiante aliada a letras astutas, que lhes conferem um som único e inconfundível.

Ao terceiro dia do CA Vilar de Mouros, sobem ao palco os Within Temptation, nome maior do imaginário gótico e do rock sinfónico, com a certeza de que a voz inconfundível de Sharon den Adel deixará a plateia encantada. Logo de seguida, o vibrante drum & bass de Pendulum, que terminaram um hiato para voltar a trazer uma energia única aos palcos, fará as delícias de quem não acaba uma noite sem um bom headbanging. Também neste dia sobem ao palco os Bizarra Locomotiva, que não pouparão nas ferozes críticas à humanidade nem no som electrificante e cru do metal. Já os suecos Apocalyptica trarão o espírito inventivo do metal sinfónico, transformando os sons de instrumentos de orquestra numa forma excepcional de expressão musical.

No dia 26 de Agosto, o último do CA Vilar de Mouros, a despedida faz-se com quatro dos nomes mais acarinhados pelo público português. Os britânicos James regressam aos nossos palcos, no ano em que celebram 40 anos de carreira e em que foram agraciados com o prestigiado PRS Music Icon Award na gala dos Ivor Novello Awards. Os Ornatos Violeta estão também confirmados, a banda de culto de várias gerações irá apresentar-se num concerto emotivo e enérgico. A comemorar 30 anos de carreira, os alemães Guano Apes regressam também ao Minho, numa viagem por riffs intensos e ásperos, pontuados pela voz de Sandra Nasić. E por falar em mulheres de garra, a irreverente e irresistível Peaches, artista multifacetada e ícone feminista encerra este cartaz.

A par de todos estes concertos, o Palco Histórico, situado na Zona Franca e que já acolheu nomes como U2 ou Elton John, entre tantos outros, terá concertos e DJs de livre acesso, mesmo para quem não tem ingresso.

CA Vilar de Mouros promete-nos mais uma edição memorável e marcante, com um cartaz de nomes icónicos e intemporais, artistas com carreiras sólidas e fulgurantes, que atravessam gerações e influenciam ainda hoje novas vagas de artistas. Este Festival é também fruto do compromisso da Câmara Municipal de Caminha e da Junta de Freguesia de Vilar de Mouros em promoverem a cultura local. Aliado à vontade de trazer música e arte ao Alto Minho, o CA Vilar de Mouros assume a responsabilidade de promover valores de inclusão e sustentabilidade. A consciência ambiental e socialmente activa são fundamentais no Festival, pelo que o trabalho junto da comunidade e projectos inovadores para reduzir o impacto ambiental serão, novamente, uma prioridade.
Mais informações em www.festivalvilardemouros.pt.

Fonte: ocolectivo.com

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar