Raúl Ruiz – A Imagem Estilhaçada Parte I

307 views

A Cinemateca apresenta a partir de fevereiro a primeira parte de uma das maiores retrospetivas dedicadas ao cineasta Raúl Ruiz, repartida por três momentos ao longo do ano.

A carreira de Ruiz teve início no teatro de vanguarda no Chile, sua terra natal. Posteriormente, já como realizador, destaca-se internacionalmente com Três Tristes Tigres (Leopardo de Ouro, em Locarno). Em 1972 é forçado a exilar-se em França, após o golpe fascista. Na nova pátria é o enfant terrible da vanguarda parisiense e um dos cineastas mais empolgantes e inovadores. A mestria com que usa a luz reforça o caráter experimental, exotérico e surreal dos seus filmes. Ruiz manteve sempre uma profunda ligação à grande literatura adaptando, entre outros, Proust, Stevenson, Racine, Kafka ou Camilo Castelo Branco.

A partir da década de 80, desenvolve com o produtor Paulo Branco uma grande cumplicidade e filma regularmente em Portugal. Valeria Sarmiento, viúva do cineasta e montadora de toda a sua obra, marca presença ao longo da primeira fase deste ciclo e apresenta três obras póstumas de Ruiz, incluindo o recém-terminado El Realismo Socialista, que abre o ciclo e é exibido pela primeira vez em Portugal.

Programação aqui

cinema
Até 29 fevereiro 2024
Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema
Fonte: AgendaLx

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar