Quatro anos depois, 74 mil pessoas reencontram-se no Rock in Rio-Lisboa

350 views

Após quatro anos de pausa, o Rock in Rio-Lisboa arrancou este sábado, 18 de junho, no Parque da Bela Vista, com uma edição especial que marca o reencontro da música e do entretenimento ao vivo. A Cidade do Rock iluminou-se de sorrisos, tendo recebido 74 mil pessoas.

A animação continua hoje, 19 de junho, com os reis da festa Black Eyed Peas, Ellie Goulding, a eletrizante Ivete Sangalo e David Carreira a pisar o Palco Mundo. Outros nomes como Toy, Iza, Bárbara Tinoco, 9 Miller e Jovem Dionísio completam também o cartaz do segundo dia de Rock in Rio Lisboa, que vai ser inesquecível. Ljubomir Stanisic, responsável pelo Chef’s Stage, o palco do famoso Continente Chef’s Garden, convida hoje João Manzarra a subir ao palco para moderar uma conversa sobre o (AB)USO da Terra, onde se discutem as diversas práticas de produção agrícola.

Nesta edição, com 18 espaços de entretenimento, entre os quais sete palcos, todos os espaços prometem continuar a fazer furor neste segundo dia, criando momentos memoráveis entre os habitantes da Cidade do Rock.

74 mil pessoas celebram o regresso da música ao vivo

Num dia marcado pelas emoções fortes de quem esperou ansiosamente pela música ao vivo, O Mundo Foi, finalmente, Nosso Outra Vez. No primeiro dia da 9ª edição, o Palco Mundo dominou as atenções ao som dos britânicos Muse – que encerraram o concerto ao som de Knights of Cydonia e um espetáculo de fogo-de-artifício – Liam Gallagher, The National e os portugueses Xutos e Pontapés a quem coube a responsabilidade de marcar este reencontro do público com a grandiosidade do Palco Mundo.

Um Minuto de Silêncio pela Paz

Sonhar e fazer acontecer sempre foram dois dos motores do Rock in Rio. Este ano, porque é imperativo celebrar, mais do que nunca, a paz, a esperança e a alegria, o primeiro dia do Rock in Rio Lisboa ficou marcado por um momento de simbolismo único. Simone de Oliveira, uma das lendas vivas da música portuguesa, subiu ao Palco Mundo para relembrar a importância da união. “Deem uma oportunidade à paz” foi o apelo deixado pela voz da Cidade do Rock (Simone de Oliveira) às mais de 70 mil pessoas que marcaram presença no recinto e a todos os que acompanharam de casa. Após um discurso carregado de simbolismo, juntaram-se em palco, a Simone de Oliveira, Xutos e Pontapés, Selma Uamusse, Titica, chef Vitor Sobral, chef Noélia Jerónimo, chef Justa Nobre, chef Miguel Castro e Silva, Mariana Alvim, Pedro Fernandes, Luís Franco Bastos, Lili Caneças, Roberta Medina e vários elementos da equipa do festival e durante um minuto a Cidade do Rock silenciou-se pela paz, com a clareira do Parque da Bela Vista a acenar com lenços brancos.

Cidade do Rock enquanto palco de experiências

No Galp Music Valley, grandes bandas do Rock português, espanhol e brasileiro elevaram os presentes ao som das suas guitarras e encheram o vale do Parque da Bela Vista; nos intervalos, os DJs das Somersby Pool Parties animaram a tarde no espaço mais fresco da Cidade do Rock. Na Rock Your Street, ao som de Jupiter & Okwess, Bombino e Sara Correia, os ritmos foram marcados pela pluralidade dos grandes nomes da World Music.

O universo mágico dos videojogos esteve também de regresso ao Parque da Bela Vista com a Game Square, por onde passaram milhares de amantes desta indústria, incontornável no universo do entretenimento mundial.

Depois de uma estreia de sucesso em 2018, o Super Bock Digital Stage voltou cheio de novidades e conteúdos inéditos, espelhando a evolução do mundo online e os novos desafios de um mundo digitalizado. Entre TikTokers, YouTubers, Humoristas, Podcasts e Concertos interativos e muito mais, neste primeiro dia estiveram em destaque Os Primos, Gilmário Vemba e Miguel Magalhães e Mariana Guerra.

Palco Yorn aproximou Chelas – região que acolhe o festival desde 2004 – do resto da cidade, desmistificando estereótipos e preconceitos através da curadoria da Associação Chelas é o Sítio, projeto liderado pelo artista Sam the Kid relacionado com os bairros do país. Vado foi um dos artistas em destaque, cujas atuações foram intercaladas com performances de dança, com a curadoria da Jazzy Dance Studios. Em estreia nesta edição, no Continente Chef’s Garden levantou-se a bandeira da Alimentação Sustentável, reforçando o compromisso contra o desperdício alimentar. No palco (Chef’s Stage) Ljubomir Stanisic recebeu Carlos Moedas, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Armindo Jacinto, Presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e o comediante Bruno Nogueira para debaterem “Como Cozinhar a Regeneração do Planeta”. Neste palco, foram servidas doses de entretenimento (e gafanhotos!), distribuíram-se seedcoins e assistiu-se a concertos, showcookings e DJ sets.

Family tour foi também um enorme sucesso entre miúdos e graúdos, que puderam explorar o recinto em conjunto, de forma lúdica e divertida.

O festival continua no próximo fim de semana, dias 25 e 26 de junho, com nomes como Duran Duran, Anita e Post Malone a animar o Parque da Bela Vista.

Fonte:Lift

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar