Porquê?: A arte contemporânea em diálogo com o pensamento de José Saramago

180 views

No ano em que se celebra o centenário de nascimento de José Saramago (1922-2010), o MNAC apresenta uma exposição que reúne 40 obras de 29 artistas portugueses, produzidas entre 1895 e 2016.

A seleção dos trabalhos partiu da identificação de um conjunto de temas recorrentes e fundamentais no pensamento de Saramago, tendo sido criado, desde o início, um diálogo ativo e constante entre as obras/artistas e o universo do escritor.

Nesta mostra, os trabalhos de artistas como Álvaro Lapa, Ana Vieira, Bartolomeu Cid dos Santos, Helena Almeida, Jorge Molder, Julião Sarmento, Júlio Pomar, Júlio Resende, Lourdes Castro, Luísa Cunha, Nikias Skapinakis, Paulo Nozolino, Querubim Lapa ou Salette Tavares, entre outros, representam diferentes gerações e oferecem expressões e sensibilidades artísticas distintas.

Terça a sexta, das 10h às 13h/14h às 18h | sábado e domingo, das 10h às 14h/15h às 18h

Nos dias 4, 15 e 18 de dezembro tem lugar uma visita orientada à exposição pela sua curadora, Ana Matos.

Ficha técnica:

Curadoria de Ana Matos.
Obras de Alberto Carneiro, Álvaro Lapa, Ana Vieira, André Cepeda, António Pedro, António Sena, Bartolomeu Cid dos Santos, Carlos Nogueira, Fernando Brito, Fernando Calhau, Fernando Lemos, Filipa César, Helena Almeida, João Tabarra, João Vieira, Jorge Molder, José de Brito, Júlia Ventura, Julião Sarmento, Júlio Pomar, Júlio Resende, Lourdes Castro, Luísa Cunha, Nikias Skapinakis, Paulo Nozolino, Pedro Gomes, Querubim Lapa, Salette Tavares e Vasco Araújo.

Até 8 janeiro 2023
vários horários
Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado
Créditos Hugo David
Fonte: AgendaLX

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar