Os Cinco e o Quadro Desaparecido

1449 views

ENID BLYTON
Maria João Lopo de Carvalho estreia-se no universo de Enid Blyton e torna-se a primeira autora portuguesa a escrever uma história de Os Cinco

Os Cinco e o Quadro Desaparecido, um mistério que se desenrola nas férias de Natal, é a nova aventura de Os Cinco que chega amanhã às livrarias.

A LeYa/Oficina do Livro publica esta terça-feira, dia 7 de novembro, a primeira história de Os Cinco escrita por uma autora portuguesa: Os Cinco e o Quadro Desaparecido, de Maria João Lopo de Carvalho. Esta nova aventura de Os Cinco, que se desenrola durante as férias de Natal, marca a estreia de Maria João Lopo de Carvalho no universo de Enid Blyton, 81 anos depois da criação do famoso quinteto que tem fascinado gerações sucessivas de jovens leitores.

Oficialmente autorizado pela Enid Blyton Estate, Os Cinco e o Quadro Desaparecido é um mistério que os cinco famosos heróis procuram resolver em plenas férias de Natal, quando estão novamente juntos no Casal Kirrin. Nesta nova aventura, um galerista que acabou de chegar à vila pede emprestado ao tio Alberto um quadro muito valioso de William Turner para uma exposição que vai fazer em Londres. Acontece que o pai da Zé desconhece do que ele está a falar. As crianças ouvem a conversa e ficam muito intrigadas. Se o quadro não está ali em casa, onde poderá estar? Será que os cinco heróis irão conseguir resolver este mistério?

Maria João Lopo de Carvalho junta-se, assim, a Sara Rodi que, desde 2016, tem escrito novas histórias para outra icónica coleção de Enid Blyton: As Gémeas. Um novo livro de As Gémeas, escrito por Sara Rodi, também vai chegar amanhã às livrarias: Leonor, uma nova aluna em Santa Clara (As Gémeas – volume 17).

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Nova de Lisboa, Maria João Lopo de Carvalho foi professora de Português e de Inglês, criou a primeira escola de Inglês para os mais novos e trabalhou como copywriter em publicidade. Passou ainda pelas áreas de Educação e Cultura na Câmara Municipal de Lisboa. Tem mais de setenta títulos editados, entre romances, livros de crónicas, manuais escolares – com a chancela do Instituto Camões – e livros infanto-juvenis, a maior parte deles no Plano Nacional de Leitura. É presença regular na comunicação social e percorre todos os anos as escolas do Norte ao Sul do país, incentivando o gosto pela leitura a crianças e adolescentes. Escreveu cinco romances históricos, entre os quais Marquesa de Alorna – atualmente a ser desenvolvido para televisão -, que em conjunto venderam mais de cem mil exemplares. História de Portugal de Cor e Salteada (2023) é o seu mais recente livro.

Os Cinco e o Quadro Desaparecido chega às livrarias no dia 7 de novembro, numa edição da LeYa/ Oficina do Livro com 120 páginas e um PVP de €9,90. O livro já está disponível em pré-venda online.

Fonte: LeYa

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar