O Dia em Que Charles Bossangwa Chegou à América é o novo livro de contos de João Melo

539 views

Sobre a obra

«[…] Os contos de João Melo põem em cena relações de personagens masculinas e femininas, no estado adulto mais desapiedado, cruel e sacana que se possa imaginar. Desmantelam não só as ideias feitas sobre a pós-independência, que outros também trataram, mas sobretudo derruindo sem qualquer centelha de exotismo a instituição familiar e as relações aparentemente livres e igualitárias de homens e mulheres numa nova sociedade, atingindo assim o cerne da célula burguesa.

O autor faz isso com uma verve e acutilância de levar o riso às lágrimas, conjugando, como poucos escritores no mundo (digo bem, sem receio), o humor crítico da coisa social, política, sexual, ideológica, com a deliciosa ironia sobre a própria organização narrativa, em jeito pós-moderno inquieto e atrevido de quem lembra constantemente ao leitor que o real nunca entra no texto, mas este pode mudar a realidade de quem lê.»

Pires Laranjeira

 

Sobre o autor

João Melo nasceu em 1955 em Luanda, onde mora. É escritor, jornalista, publicitário, professor universitário e consultor. Membro fundador da União de Escritores Angolanos, de que foi secretário-geral e presidente. Membro fundador da Academia Angolana de Letras. Foi deputado e ministro. Como escritor, tem-se dedicado ao conto, crónica, poesia e ensaio. Publicado em Angola, Portugal, Brasil, Itália e Cuba. Tem textos traduzidos para inglês, francês, alemão, húngaro, árabe e mandarim. Está representado em várias antologias de poesia e de contos, em Angola e no estrangeiro. Em 2009 recebeu o Grande Prémio de Cultura e Artes, categoria de literatura, pelo conjunto da sua obra.

 

Fonte: LeYa/Caminho

Ads

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar