Festival Santa Casa Alfama

247 views

O Festival Santa Casa Alfama está de regresso no próximo mês de setembro para mais dois dias de celebração da canção nacional. Nos dias 23 e 24, o público é convidado a ouvir algumas das melhores vozes do fado e da música portuguesa, numa experiência única que nos leva de sala em sala, pelas ruas de Alfama.

Depois das confirmações do concerto de Dulce Pontes com o convidado Ricardo Ribeiro, e do grande concerto de Homenagem a Max comandado por António Zambujo e seus convidados, chegou o momento de completar a programação do Palco Santa Casa com mais uma série de momentos imperdíveis: Jorge Fernando (dia 23), Rodrigo Lourenço e João Leote (dia 23), o espetáculo “As Divas” com Alexandra, Lenita Gentil, Maria da Fé, Maria da Nazaré (dia 24), e ainda Aldina (dia 24).

 

Aldina Duarte é reconhecida como uma das grandes vozes atuais do fado, pela sua personalidade artística inconfundível e pela sua singular capacidade interpretativa. Tem uma intensa carreira de concertos nas principais salas de espetáculo portuguesas e em grandes festivais no país e no estrangeiro. Foi fadista residente durante 25 anos numa das mais relevantes casas de fado de Lisboa, o “Senhor Vinho”, com direção artística de Maria da Fé. A sua paixão pela literatura leva-a a uma escolha cuidadosa dos poemas que interpreta, sendo ela própria autora de muitas das suas letras, escrevendo, também, para fadistas da nova geração, como Ana Moura, António Zambujo, Camané, Carminho, Gisela João, Marisa ou Pedro Moutinho. Em 2022, “Tudo Recomeça”, consiste na reinvenção de um conjunto de fados tradicionais do seu reportório, minuciosamente selecionados, atingindo resultados surpreendentes, quer pelas novas sonoridades, quer pela radical novidade interpretativa. Em síntese, esta é uma breve antologia da história dos fados mais marcantes na história dos seus concertos. “Ela”, um original com letra e música de Manel Cruz, é um retrato sobre a condição feminina e é já considerado por muitos como o novo Fado de Aldina. Aldina, intérprete singular, reinventa-se enquanto fadista, sendo responsável pelos arrojados arranjos musicais, com a colaboração dos seus músicos de sempre, Paulo Parreira na guitarra portuguesa e Rogério Ferreira na viola, bem como pela linguagem poética original. O público do Santa Casa Alfama terá a oportunidade de se encontrar com este “Tudo Recomeça”, no concerto agendado para dia 24 de setembro, no Palco Santa Casa.

 

Bilhetes:

Até 31 de agosto:
Passe de 2 dias – 30€
Bilhete diário – 20€

De 01 a 22 de setembro:
Passe de 2 dias – 35€
Bilhete diário – 25€

Nos dias do Festival:
Passe de 2 dias – 40€
Bilhete diário – 30€

O bilhete tem obrigatoriamente que ser trocado por pulseira, pelo próprio, colocada pela organização do Festival no Museu do Fado, a partir do dia 22 de setembro. A pulseira dá acesso a todos os espaços do Festival até ao limite de lotação de cada um.

Só são válidos os bilhetes adquiridos nos locais oficiais de venda:

Bilheteira do Museu do Fado, meoblueticket.pt – Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), ABEP, Bilheteiras da Altice Arena, FNAC e em bilheteira.fnac.pt, Worten, ACP, El Corte Inglês, Turismo de Lisboa, Festicket, Seetickets.

 

Fonte: INHA

 

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar