ALGO VIEJO, ALGO NUEVO, ALGO PRESTADO

182 views

ALGO VIEJO, ALGO NUEVO, ALGO PRESTADO, de Hernán Rosselli – uma coprodução que leva Portugal à Quinzena dos Cineastas do Festival de Cannes. Este novo filme é a segunda longa-metragem de Hernán Rosselli e uma coprodução entre a Argentina e Portugal, um filme que oscila entre a ficção e o documentário e que retrata a história da origem, apogeu e queda de uma família, desvendando também o que é o mundo do jogo clandestino.

ALGO VIEJO, ALGO NUEVO, ALGO PRESTADO conta a história da família Felpeto, que gere um negócio de apostas clandestinas há várias décadas. A empresa familiar funciona num pequeno bairro de casas brancas. Maribel é responsável pela coordenação de um grupo de operadores que calculam as apostas na sala de estar da sua casa. Alejandra, a sua mãe, vive numa casa idêntica, a poucos metros de distância, onde funciona a administração. Nos últimos dias, foram feitas rusgas a alguns capitalistas do jogo e o ambiente no bairro é tenso. Fala-se de purgas na polícia e de grandes movimentações de dinheiro. Ninguém sabe até que ponto os rumores e os noticiários televisivos são verdadeiros. A história de uma família que desvenda os mistérios do mundo do jogo clandestino.

Depois de TERRA QUE MARCA, ÁGUAS DO PASTAZA e TOMORROW IS A LONG TIME no festival de Berlim em 2002 e 2023, e EL AUGE DEL HUMANO 3 no festival de Locarno em 2023,ALGO VIEJO, ALGO NUEVO, ALGO PRESTADO marca a presença da Oublaum Filmes pela primeira vez no festival de Cannes

Sobre Hernán Rosselli

Hernán Rosselli, nasceu em 1979, estudou montagem de cinema na ENERC e realização no CIEVYC, além de filosofia e música. Trabalhou como editor de filmes de Juan José Campanella, Bruno Stagnaro, Hernán Belón e Gastón Solnicki, entre outros. É um dos editores da revista Las Naves, cujo primeiro número foi apresentado no Bafici ‘13. MAURO foi a sua primeira longa-metragem. A segunda longa-metragem, ALGO VIEJO, ALGO NUEVO,ALGO PRESTADO é lançada em 2024, na Quinzena dos Cineastas do Festival de Cannes.

Sobre a Oublaum Filmes

Oublaum Filmes é uma produtora portuguesa criada em 2018. Desde aí produziu filmes de Ico Costa, Raul Domingues, InêsAlves, Jow Zhi Wei e Eduardo Williams, presentes em festivais como Berlinale, Locarno, Rotterdam, Viennale, IDFA, Cinéma du Réel ou Visions du Réel. É especializada em coproduções, a trabalhar atualmente com França, Alemanha, Países Baixos, Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai, Singapura, Taiwan e China, nomeadamente nas próximas longas-metragens de Marcelo Martinessi, Ico Costa e Hernán Rosselli.

 

Fonte: Sandra Lopes

 

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar