SCIAENA APRESENTA A 6ª EDIÇÃO DO SCIANEMA FESTIVAL DE CINEMA DEDICADO AOS OCEANOS E À SUA PROTEÇÃO

368 views

O oceano volta ao grande ecrã com a 6ª edição do Scianema – Festival de Cinema, Sensibilização, Oceanos e Conservação, uma mostra de filmes dedicada ao mar e aos desafios que este enfrenta.

De 27 a 29 de abril, o Teatro Lethes, em Faro, volta a acolher o Scianema, com filmes focados no oceano, na sua preservação e  na sensibilização e educação do público relativamente ao que pode ser feito para recuperar e proteger os seres que nele habitam.

A Sciaena, organização não-governamental ambiental que se dedica à conservação e recuperação do meio marinho e promotora do festival, selecionou cinco filmes que são exibidos em três noites com temas transversais e urgentes, como os impactos do transporte marítimo e a importância das florestas marinhas. Este evento enquadra-se nos esforços mais amplos da Sciaena para ativar os cidadãos na luta contra a crise climática e no reconhecimento do oceano como elemento essencial para a nossa sobrevivência e bem-estar.

“O Scianema é uma das nossas principais apostas no que diz respeito a alertar e sensibilizar o público para os impactos que a humanidade causa debaixo da superfície do oceano e gerar uma conversa aberta sobre o papel que a nossa sociedade deve ter na sua proteção”, refere Nicolas Blanc, membro da Sciaena, sobre o evento.

A abertura do festival – dia 27 de abril – acontece com a exibição de “Black Trail”, um documentário transfronteiriço realizado por Micael Pereira que levanta o véu à tentativa de escape à crise climática por parte da indústria de transporte marítimo. Na segunda noite, o filme escolhido, em parceria com o Cineclube de Faro, é o “Entre-Ilhas”, de Amaya Sumpsi, num filme-viagem sensorial pelo arquipélago dos Açores e pelas memórias dos seus habitantes.

O Scianema termina no sábado, dia 29 de abril, com 3 curtas metragens – “The Blue Forest”, de Philip Hamilton, “Voice of the Fish”, de Dona Edite, e “The Trash Cycle”, do ativista Andreas Noe (Trash Traveller), num serão onde alguns dos mais importantes assuntos de conservação marinha serão observados e discutidos – a importância de preservar e recuperar as florestas marinhas, os efeitos destrutivos da sobrepesca e pesca ilegal, assim como o problema omnipresente do lixo marinho.

Cada sessão termina com uma breve conversa entre o público e um painel composto por realizadores, ambientalistas, pescadores e investigadores. “É importante que as pessoas possam discutir e saber mais sobre os temas apresentados nos filmes e esforçamo-nos por ter pessoas no painel que possam trazer diversos pontos de vista e responder às dúvidas do público”, refere ainda Nicolas Blanc.

A entrada é gratuita, aberta ao público geral, e os filmes começam às 21h30, pelo que é recomendável chegar 20 a 30 minutos antes da sessão para garantir lugar. Todos os filmes são legendados ou falados em português e em inglês.

Parceiros do festival: Teatro Lethes, Cineclube de Faro, Associação Recreativa e Cultural de Músicos, RUA FM, Universidade do Algarve, Centro de Ciências do Mar, Centro de Investigação Marinha e Ambiental, Madalena, Sociedade Recreativa e Artística Farense, A Venda, Clube de Surf de Faro, Ocean Vibes, Ocean Born Foundation, Ocean Beer.

Mais informações:
Página FB do evento: https://www.facebook.com/events/204739438909138
Site da Sciaena: https://www.sciaena.org/pt/
Site do Scianema: https://scianema.com/
Página IG do evento: https://www.instagram.com/scianema.festival/

Fonte: scianema.com

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar