II EUROPEAN CONGRESS OF GASTRONOMIC CULTURE

73 views

A Cultura Gastronómica e a Educação do Gosto são os temas centrais que irão estar em análise no evento promovido pela Comunidade Europeia da Nova Gastronomia (ECNG) e pela Câmara Municipal de Oeiras. A iniciativa, que conta com um painel de oradores nacionais e internacionais, dará especial relevo à constituição do Observatório Europeu de Gastronomia.

II European Congress of Gastronomic Culture, uma iniciativa conjunta da Comunidade Europeia da Nova Gastronomia (ECNG) com a Câmara Municipal de Oeiras, realiza-se no Tagus Park, em Oeiras, no próximo dia 25 de novembro. Este será um evento que vai abordar temáticas relacionadas com a Cultura Gastronómica e Educação do Gosto e, no qual, um dos temas centrais será a estratégia dos “4 S”, que defende uma cozinha que obedeça aos princípios essenciais: Saudável, Saborosa, Solidária e Sustentável. O evento, que terá um painel de oradores diversificado, nacionais e internacionais, decorre das 09h30 às 18h00, e contará com uma plateia composta por convidados ligados ao universo da gastronomia, entre os quais chefes e gastrónomos, entre outros profissionais que fazem parte da comunidade que mais pode ajudar a alavancar e concretizar alguns dos temas em discussão neste congresso.

“A gastronomia, entendida no seu sentido mais lato como a alimentação, englobando toda a cadeia alimentar, da produção ao consumidor, representa hoje, em média, um terço do PIB de todos os países europeus, ou seja, 33% da riqueza produzida”, refere Rafael Ansón, sócio fundador da Comunidade Europeia da Nova Gastronomia (ECNG). “A importância de uma educação alimentar e do gosto nas escolas, a influência direta da má alimentação na saúde pública, (doença coronária, diabetes, obesidade, entre outras) com o gigantesco reflexo negativo no Orçamento da Saúde, são preocupações atuais de todos os governos da União Europeia”, acrescenta.

Vários serão os temas em análise discutidos por diversos oradores, nacionais e internacionais. O programa começa com a intervenção de Maciej Dobrzyniecki, Co-presidente da Comunidade Europeia da Nova Gastronomia (ECNG), que terá oportunidade de apresentar as conclusões do Congresso de Cracóvia.

‘A Nova Gastronomia’ será a temática proferida por Rafael Ansón, e irá abordar a Estratégia dos “4 S”, que assenta numa cozinha que obedeça aos princípios essenciais SaudávelSaborosaSolidária e Sustentável.  Rafael Ansón será também moderador de uma mesa-redonda dedicada ao tema “A Gastronomia Saborosa”, com a presença de Luís Baena, chef de cozinha e de José Manuel Ávila – Diretor Geral da Fundação Espanhola de Nutrição, em que se vai falar sobre “como é que a cozinha tem de preparar alimentos saborosos e saudáveis, com preocupações de sustentabilidade e solidariedade”.

Paulo Amado, das Edições do Gosto, será moderador da sessão ‘A Gastronomia Saudável’, a qual terá as participações de Michal Stezalski, chef de cozinha do Restaurante Tygle, (Polónia), de Vânia Costa, nutricionista e de Karine Castro, do Instituto Gastronomia Vegetal (Paris).

“A Educação do Gosto” será o tema exposto por José Bento dos Santos, presidente da Academia Portuguesa de Gastronomia, e “O Circuito dos Alimentos – A necessidade de um Código Deontológico” estará também em análise com apresentação de Arantxa de Miguel Uriarte, Professora da Graduação em Gastronomia da Universidade Francisco de Vitoria, em Madrid.

Outros temas serão ainda debatidos, como “A Gastronomia Solidária”, sessão com a moderação da jornalista Margo Gabriel, na qual estará também presente Adriana Freire – Cozinha Popular da Mouraria -, o chef Rui Silvestre e Pedro Abril do Musa da Bica. “A Gastronomia Sustentável” estará em destaque numa sessão conduzida por Maciej Dobrzyniecki como moderador, onde estarão presentes Pawel Nowak – Diretor Geral da Goodvalley (Polónia), Alfonso Marín – Secretário da Academia Ibero-Americana de Gastronomia e Per-Olof Berg – Universidade de Estocolmo.  “Direito à Alimentação” será outro dos temas em análise, por Carlos Fontão de Carvalho, sócio fundador da Comunidade Europeia da Nova Gastronomia.

A criação do ‘Observatório Europeu de Gastronomia’ vai ser o tema abordado por Miguel Poiares Maduro, membro da direção da ECNG, e Per-Olof Berg, Presidente da Academia Sueca de Gastronomia, irá apresentar o projeto “Estocolmo – Capital Europeia Nova Gastronomia 2023”.

“A ECNG dará especial atenção e apoio à constituição do Observatório Europeu de Gastronomia, conforme preconizado no parágrafo 40 da Resolução do Parlamento Europeu, com a missão principal de identificar, inventariar, transmitir e difundir a riqueza cultural da gastronomia europeia”, afirma Carlos Fontão de Carvalho.

“É crucial e está à vista de todos, que a alimentação, tal como a entendemos e praticamos, tem conduzido a situações de grandes desequilíbrios, como os exemplos assustadores de hoje na Europa, onde cerca 40% da população jovem já é obesa, ou questões ecológicas e de sustentabilidade, como acontece nas pescas ou nos recursos hídricos, ou ainda nas questões do desperdício alimentar que atinge mais de 30%”, conclui Rafael Ansón.

Paulo Amado fará as conclusões do congresso e o encerramento e os agradecimentos finais ficarão a cargo da Câmara Municipal de Oeiras.

Este evento de grande relevo, que traz à discussão e reflexão importantes temas que importam à população em geral, como pais, filhos, educadores, professores, entre outros, estará disponível online, com acesso através do site da ECNG, para que todos possam assistir e ficar a par dos desafios existentes nomeadamente no que respeita à educação alimentar e do gosto.

Sobre a Comunidade Europeia da Nova Gastronomia 

Comunidade Europeia da Nova Gastronomia (ECNG) é uma associação sem fins lucrativos fundada por iniciativa de personalidades da Real Academia de Gastronomia (Espanha), da Academia Polaca de Gastronomia e da Academia Portuguesa de Gastronomia. Atualmente tem sede em Lisboa e o apoio institucional e logístico do Município de Oeiras, onde desenvolve a maior parte da sua atividade. A ECNG tem como objetivo a defesa e a promoção de valores culturais da gastronomia no contexto do séc. XXI nos países europeus, englobando os seus aspetos históricos, culturais, científicos e nutricionais, a promoção de uma alimentação saudável e a sua influência nas relações familiares e sociais e bem-estar social, da educação do gosto.

A ECNG conta com o alto patrocínio da Academia Internacional de Gastronomia.

PROGRAMA

Sites

https://ecng.pt/

 

Local:

TagusPark

Edifício Núcleo Central, 100, 2740-122 Porto Salvo

 

Fonte: Chefsagency

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar