Hot Clube de Portugal apresenta Jazz no Parque Mayer no dia 11 de janeiro

380 views

O Hot Clube de Portugal apresenta o ciclo Jazz no Parque Mayer no dia 11 de janeiro, uma série de concertos que marca o regresso do jazz àquela que é a sua zona da cidade, no dia em que se assinala um ano após o fecho do clube na Praça da Alegria. Com uma programação forte com nomes reconhecidos do jazz português, este ciclo no Parque Mayer conta com o trio de Mário Laginha, o quarteto de Carlos Bica assim como o trio da jovem pianista Rita Caravaca.

A abrir os concertos haverá apresentações de diversos grupos da escola de jazz do Hot Clube de Portugal. O HCP celebra desta forma a entrada em 2024, ano em que se espera a resolução da questão das instalações definitivas do clube, permitindo que o público de jazz da capital volte a ter o seu espaço habitual de concertos.

O ciclo Jazz no Parque Mayer vai decorrer no dia 11, a partir das 18h00, no palco Ticketline, no Parque Mayer, e contará com o apoio da Junta de Freguesia de Santo António.

 

PROGRAMAÇÃO JAZZ NO PARQUE MAYER – 11 JAN

18H00

Apresentações da escola de jazz Luiz Villas-Boas

21H00

Rita Caravaca Trio

Rita Caravaca, piano; Emanuel Inácio, contrabaixo; Francisco Coelho, bateria

Três jovens encontraram-se no contexto da Escola Superior de Música de Lisboa e formaram um trio para desenvolver música original.

Neste concerto apresentam composições da autoria de Rita Caravaca, cujos arranjos contaram com a colaboração dos restantes membros do grupo. A pianista é também aluna da Escola de Jazz Luiz Villas Boas do Hot Clube de Portugal, onde bebeu diversas influências ao longo do seu percurso de três anos nesta escola.

Rita Caravaca Trio

 

Mário Laginha Trio

Mário Laginha, piano; Bernardo Moreira, contrabaixo; Alexandre Frazão, bateria

Este trio é formado, para além de Mário Laginha, por Bernardo Moreira no contrabaixo, e Alexandre Frazão na bateria, uma secção rítmica de exceção, com bastantes provas dadas, o que faz com que este trio seja um grupo de altíssima qualidade. Deles, Laginha diz serem músicos em que o ato de tocar tem sempre de ser um ato de prazer, e se possível mais, muito mais que isso, um momento de felicidade.

Eles gostam de experimentar e de arriscar. Para eles, o risco da experimentação é um dos estímulos que os fazem, no momento de subir ao palco, sentir que estão vivos. Este trio está unido por fortíssimos laços de amizade e uma enorme cumplicidade musical que se tem desenvolvido e manifestado em mais diversas formações e nos mais variados contextos. Isso é bem visível na forma como atuam.

Mário Laginha

 

Carlos Bica Quarteto

José Soares, saxofone; Eduardo Cardinho, vibrafone; Gonçalo Neto, guitarra; Carlos Bica, contrabaixo

Carlos Bica é um dos poucos músicos portugueses que alcançou projeção internacional, tendo-se tornado uma referência no panorama do jazz europeu. Entre os vários projetos musicais que lidera e para além das suas colaborações com teatro, dança e cinema, o trio AZUL, com o guitarrista Frank Möbus e o baterista Jim Black, tornou-se na imagem de marca do contrabaixista e compositor.

Para este projeto, Carlos Bica convidou o saxofonista José Soares, o vibrafonista Eduardo Cardinho e o guitarrista Gonçalo Neto. A diferença de gerações é uma mais-valia para este projeto que conta com a participação de alguns dos mais talentosos e criativos músicos de uma nova geração de músicos portugueses.

 

Carlos Bica

 

Bilhetes: 15€

Valor para sócios do HCP: 5€

Das 18h às 20h: Entrada Livre

Informações hcp.pt (hcp@hcp.pt) e bilhetes à venda em ticketline.pt

Sobre o Hot Clube de Portugal

O Hot Clube de Portugal é o mais antigo clube de jazz de Portugal e um dos mais antigos da Europa, tendo sido fundado por Luiz Villas-Boas e um grupo de amantes de jazz, em 1948, com o objetivo de promover e divulgar o jazz em Portugal.

Desde então tem mantido uma atividade ininterrupta, contando atualmente, para além dos concertos na sua sede, com uma escola com cerca de 350 alunos e uma orquestra de jazz. Tem igualmente em projeto um futuro núcleo museológico que virá a constituir a Casa do Jazz.

Em janeiro de 2023, o edifício onde se encontrava foi obrigado a encerrar, na sequência de chuvas intensas, tendo o HCP sido forçado a suspender a sua programação regular na sede.

Ainda sem casa fixa, o Hot Clube de Portugal continua com uma programação intensa e diversificada utilizando vários espaços alternativos, mantendo viva a chama do jazz.

FOLLOW

Site – https://hcp.pt/

Instagram – https://www.instagram.com/hotclubedeportugal

Facebook – https://www.facebook.com/hotclubedeportugal

 

Fonte:ganesh.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar