Estreia Falcon Lake: um emotivo coming of age

404 views

Falcon Lake, da actriz Charlotte le Bon é um cativante e emotivo coming of age ancorado algures na fronteira entre o sonho e a realidade, sobre o despertar para as dores e alegrias de crescer.

O filme estreia na Filmin em exclusivo a 30 de Novembro.

A canadiana Charlotte Le Bon estreia-se atrás da objectiva com um coming of age lírico e evocativo, que adapta a aclamada novela gráfica Uma Irmã, do francês Bastien Vivès. 

A primeira obra cinematográfica da actriz como realizadora, encanta pela sua envolvência e segurança. Uma conquista notável que explora delicadamente os limites entre o mundo dos sonhos e a realidade, numa fusão entre narrativa iniciática, comédia juvenil e elementos de fantasia.

Bastien e Chloé passam as férias de Verão com as suas famílias numa cabana à beira de um lago no Quebeque, assombrada por uma fantasmagórica lenda. Apesar do intervalo de idades entre eles, os dois adolescentes forjam um laço singular. Pronto a enfrentar os seus piores medos para conquistar um lugar no coração da mais velha e experiente Chloé, estas férias serão um turbulento despertar para a dor e felicidade da maioridade para o jovem Bastien.
Sobre a ideia para o filme, Charlotte Le Bon refere: Foi Jalil Lespert, ator, cineasta e amigo, quem mo ofereceu. Ele disse-me simplesmente: Acho que isto é para ti e se gostares, ajudo-te a co-produzi-lo como a tua primeira longa-metragem. Ele tinha razão. Achei óbvio que esta história muito sensível e subtil tinha um imenso potencial cinematográfico. No início, até Bastien Vivès ficou surpreendido com a ideia de a adaptar. Ele estava convencido de que a história não podia ser traduzida para o ecrã. Para mim, o verdadeiro desafio era tornar a história minha, para que fosse uma uma obra pessoal. Graças à colaboração com François Choquet no guião, conseguimos conseguimos dar-lhe uma identidade nova e satisfatória. É uma adaptação livre.
Uma primeira obra surpreendente pela mestria e precisão na manutenção de uma atmosfera onírica e refrescantemente juvenil, pela mistura da narrativa iniciática, comédia adolescente e tonalidade fantástica, e pelo apurado sentido de narrativa e de direcção de actores.
«Falcon Lake, primeira longa-metragem da actriz Charlotte Le Bon, impressiona pela sua atmosfera e mestria.» Le Parisien

«O filme questiona com delicadeza a fronteira entre o sonho e a realidade.» Ouest France – Anaïs Berno

«Com esta história de amor e fantasmas de um lirismo fulgurante, Charlotte Le Bon passa com louvor para detrás da câmara…» Les Fiches du Cinéma – Michael Ghennam

Fonte: Fimin.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar