Auditório Municipal acolhe ciclo de cinema integrado nas comemorações do Dia Internacional da Mulher

438 views

O Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal acolhe, de 21 a 23 de março, um ciclo de cinema integrado no programa das comemorações do Dia Internacional da Mulher e concebido no âmbito das comemorações dos 50 anos do 25 de Abril de 1974. A iniciativa é composta pela exibição de quatro películas alusivas a estes temas. Para o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva, «trata-se de uma oportunidade única de visionar as enormes lutas travadas pelas mulheres, ao longo da história, com retratos muito reais e fidedignos trazidos por produtores, realizadores, atores e atrizes de renome».

«Sisters in Law» é o primeiro filme desta série, cuja exibição está marcada para o próximo dia 21 (quinta-feira), pelas 21.30 horas, onde se assiste ao trabalho de duas mulheres da Associação de Mulheres Juristas de Kumba, nos Camarões, que prestam apoio jurídico a mulheres e crianças vítimas de abusos, que de outra forma não seriam considerados pelo sistema judicial numa sociedade fortemente patriarcal, marcada pela tradição de abuso e de violência. Um filme marcante e, por vezes, hilariante, que mostra um feroz ato de coragem determinado a melhorar a comunidade e, talvez, a mudar o país no processo.

No dia seguinte (sexta-feira, dia 22, às 21.30 horas), será a vez da película «Carga», um filme com uma fortíssima componente dramática que consiste numa história sobre os meandros da exploração sexual e da escravidão e que marca a estreia na realização em longa-metragem de Bruno Gascon. Um dos protagonistas é o ator português Vítor Norte, secundado por nomes como Rita Blanco, Miguel Borges, Ana Cristina Oliveira, Dmitry Bogomolov, Duarte Grilo e, ainda, a modelo internacional Sara Sampaio.

No dia 23 (sábado, 16 horas), será a vez de O Lugar das Meninas É Onde Elas Quiserem, uma sessão de cinema infantil, trazida por Zero em Comportamento, em que serão apresentados aos jovens espetadores 10 filminhos que mostram diferentes personagens femininas obrigadas a confrontar-se com as suas próprias características, com a perceção que os outros têm delas e, acima de tudo, com a maneira como reagem perante as adversidades.

Também nesse dia, ao serão (21.30 horas), será a vez da exibição de «Novíssimas Cartas Portuguesas», um documentário seguido de debate com as mulheres que o criaram e com a atriz e encenadora Maria João Luís. O julgamento das «Três Marias» foi o primeiro momento do movimento feminista português com projeção internacional. Que impacto teve a obra pela qual foram julgadas? Quão diferentes são as nossas vidas hoje? No 50.º aniversário do livro, o documentário «Novíssimas Cartas Portuguesas» celebra a obra, a coragem e as mulheres. Todas as mulheres! O documentário volta às protagonistas iniciais com entrevistas inéditas a Maria Teresa Horta, Helena Neves ou Ana Campos e discute as novas fronteiras do que é ser mulher, entrevistando Rita Rato, Sara Barros Leitão, mulheres transexuais, mulheres negras e jovens.

 

Fonte:cm-seixal.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar