AQUÁRIO

226 views

O espetáculo AQUÁRIO, de Marlene Barreto, chega ao Teatro da Comuna no dia 12 de janeiro, onde ficará em cena na Sala Novas Tendências até dia 23, de quarta a domingo.

AQUÁRIO faz uso do capitalismo, das relações de poder, da opressão e contaminação, para falar da perda do sentido de humanidade e de como a mesma pode resultar numa total destruição física, mental e emocional do ser humano. Marlene Barreto, cofundadora do Casulo, é responsável pela criação do espetáculo. O espetáculo teve duas apresentações no Grémio Dramático Povoense – Espaço Cultural Fernando Augusto, nos dias 10 e 11 de dezembro. Depois da carreira no Teatro da Comuna, ruma ao Cineteatro Louletano para assinalar o Dia Mundial do Teatro.

2036, P. acorda com o som ensurdecedor de um alarme de emergência. Não há nada em seu redor a não ser uma intensa névoa de fumo. Sem saber quem é, procura respostas, mas a única pessoa que as pode fornecer é A., a autora da sua história que vive imersa num desespero profundo com a iminente extinção da Humanidade provocada pela erupção do vulcão Yellowstone.
A personagem reivindica um novo final e a autora luta pela sua sanidade mental. Será que a presença de um terceiro elemento pode provocar o colapso na relação das duas?

A interpretação está a cargo de Inês Dias, Marlene Barreto e Vítor Alves da Silva.

 

AQUÁRIO
DE MARLENE BARRETO PRODUÇÃO CASULO

Teatro da Comuna – 12 a 23 de janeiro

 

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar