A EMOÇÃO DO ESPAÇO

57 views

Durante os séculos XX e XXI, a escultura passou por mais metamorfoses do que em toda a história desde o seu surgimento como arte. (María Toral, curadora)


O Centro Cultural de Cascais volta a apostar numa grande exposição internacional, seguindo uma linha de programação que procura trazer para Portugal o melhor do que acontece lá fora, e apresenta A Emoção do Espaço.

A mostra inclui escultura de Auguste Rodin, Man Ray, Joan Miró, Miguel Barceló, Antonio López, Manolo Hugué, Julio González e Óscar Dominguez, entre outros nomes maiores que marcaram a história da arte dos últimos 100 anos, destacando-se nas vanguardas e movimentos artísticos como o cubismo, o modernismo, o dadaísmo, o surrealismo e o realismo.

Nesta exposição traçamos um percurso por todos estes ismos, até chegarmos ao presente, que nos permite observar, em primeira mão, todas as interpretações desenvolvidas pelos artistas. Todas estas visões têm em comum o processo de representação em diferentes esferas da expressão humana. Falamos da expressão sólida, da tridimensional e, por último, da ocupação do espaço(María Toral, curadora)
A Emoção do Espaço, uma seleção de peças da coleção da fundação espanhola Azcona, reúne obras inovadoras de criadores que rasgaram conceitos e derrubaram os limites da criação artística.

Os escultores mantiveramao longo de todas as décadas, uma procura constante por novas formas de expressão, que divergemnautilização dos mais diversos materiais e
que 
continuam, até hoje, a transformar-se, como o ferro, a madeira, o plástico,
plexiglassou as resinas. (María Toral, curadora)
Fonte:
Centro Cultural de Cascais
Avenida Rei Humberto II de Itália, Nº16
2750-800 Cascais Portugal

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar