Utopia – Diana Niepce

171 views

Através do fascínio da reconstrução do seu próprio corpo, Diana Niepce analisa e recria representações contraditórias do objeto corpo. A reconstrução do corpo torna-se a sua própria musa e através dela adota esse processo ao corpo do outro. Estamos no campo da objetificação e também da problematização. Homenageiam-se os corpos por aquilo que são, através da sua própria história e saber. O uso do corpo faz-se através de uma linguagem crua, violenta e erótica, como espelho da representatividade do corpo na sociedade, mas sem a obrigatoriedade de o normalizar. Utopia é uma performance duracional sustentada entre a transgressão e a opressão dos limites físicos.

Performance duracional em que o público pode sair e voltar a entrar, mas apenas de hora em hora, em momentos específicos, após o início do espetáculo.

Sessão com interpretação em Língua Gestual: 6 de abril

Espetáculo integrado no Passe Cultural CML-EGEAC (disponível apenas na bilheteira do TBA)

Ficha técnica:

Terra Amarela. Diana Niepce, direção artística e criação; Ana de Oliveira e Silva, Diana Niepce, Inês Cóias, Tiago Barbosa e Tiago Mateus, interpretação.

dança
3 abril a 7 abril 2024
qua: 18h30; qui: 18h30; sáb: 17h30; dom: 17h30
Teatro do Bairro Alto
Foto: Alípio Padilha
Fonte: AgendaLx

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar