‘STOMP’ REGRESSAM A PORTUGAL

1381 views

Em 2024 volta um dos espetáculos mais aguardados pelo público, que junta percussão e teatro de rua numa forma de arte e entretenimento universal. O grupo britânico tem mais de 10 espetáculos agendados em Lisboa e no Porto.

STOMP’, o grupo britânico que cria músicas com objetos do quotidiano, regressa a Portugal para mais de uma dezena de espetáculos entre Lisboa e Porto. Os mestres da percussão e do humor atuam de 5 a 31 de março no Teatro Tivoli BBVA e de 4 a 6 de abril no Coliseu Porto Ageas.

A originalidade e criatividade já são um cartão-de-visita deste grupo de artistas que vê ritmo e sonoridade em objetos do dia-a-dia, como caixotes do lixo, vassouras, caixas de fósforos e até carrinhos de supermercados e lava-loiças.  O ritmo é alucinante e frenético e promete não deixar ninguém indiferente.

Os ‘STOMP’ apresentam assim ao público um espetáculo repleto de movimentos coreografados e sincronizados ao mais ínfimo pormenor, com uma banda sonora que dignifica a arte dos oito artistas em palco e que homenageia a diversidade de géneros musicais que existem no mundo.

A alegria é contagiante e ninguém fica indiferente à qualidade da performance visual e sonora, que é desenhada também pelos movimentos de dança dos bailarinos, músicos e atores que compõem o elenco de ‘STOMP’.

A música e o humor são a linguagem artística deste espetáculo, que conquista o público através do ritmo frenético que surge do objeto mais inusitado e das interações dos artistas com a audiência, desafiando-a a entrar no espetáculo com o ritmo das palmas.

Criado em Brighton, Reino Unido, por Luke Cressweel e Steve McNicholas em 1991, o espetáculo ‘STOMP’ foi apresentado pela primeira vez no Festival Fringe de Edimburgo e deste então tem vindo a percorrer o mundo com atuações cheias de ritmo e energizantes.

Os bilhetes para ‘STOMP’ já estão à venda em Ticketline e nos locais habituais.

 

Fonte: mpublicrelations.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar