10 Anos da Preservação das Obras de Joan Miró em Portugal

100 views

Importantes coleções sobre o Surrealismo Nacional e Internacional estreiam em Lisboa para Celebração de 75 Anos de “Os Surrealistas” e os 10 Anos do Movimento Cívico para Preservação das Obras de Joan Miró em Portugal

Numa altura em que a Perve Galeria apresenta na Basileia uma exposição dedicada a um “Diálogo Norte-Sul”, com obras de Bogdan Gulyay (1980, Ucrânia), Dear Anushka (1981, Alemanha/Portugal), Ivan Villalobos (1975, Chile), Javier Félix (1976, Colômbia/Espanha), João Donato (1953, Moçambique) e Vanessa Paz (1993, Brasil), preparam-se em Lisboa, na Casa da Liberdade – Mário Cesariny e na Perve Galeria, em Alfama, duas exposições que homenageiam marcos significativos do ativismo artístico e cultural e do Surrealismo português e internacional. Com inauguração a 18 de junho, entre as 17h e as 20h, ambas as mostras prestam também tributo a duas figuras fundamentais das lusofonias e da luta pela liberdade, Mário Soares e Amílcar Cabral, no ano do centenário do seu nascimento.

Na Casa da Liberdade – Mário Cesariny celebra-se o 10.º Aniversário do Movimento Cívico que pugnou pela manutenção das obras de Joan Miró na Coleção do Estado Português”. Este espaço, que em 2014 se assumiu como polo aglutinador de encontros, exposições e homenagens que uniram as comunidades artística e académica, bem como o público em geral, desempenhou um papel fundamental na sensibilização para esta causa, destacando o imenso significado histórico e artístico da obra de Joan Miró.

Considerando que, ao longo da última década, tem faltado um reconhecimento e um tributo aos mais de 10.000 cidadãos que se juntaram apaixonadamente a esta causa, e cujo envolvimento impediu que o Governo português alienasse 85 obras de Joan Miró, da extinta coleção do BPN, salvaguardando assim o património cultural português, a presente exposição assinala deste modo o segundo movimento peticionário e de ação cívica triunfante nos 50 anos de história democrática de Portugal, depois do Movimento pela Salvaguarda das Gravuras de Foz Côa.

Em exposição estará uma coleção única de catálogos especiais, com obras gráficas originais, assinadas por Miró, de várias e importantes mostras realizas na Galeria Pierre Matisse, em Nova Iorque, e na Galeria Maeght, em Paris, entre os anos 1940 e 1970, onde, entre outras obras do artista catalão, foram mostradas pela primeira vez aquelas que agora integram a coleção do Estado Português. Além disso, será apresentada documentação que registou as diferentes fases do citado movimento cívico, proporcionando uma visão abrangente sobre este importante marco cultural.

Por seu lado, na Perve Galeria, comemora-se o “75.º Aniversário da 1.ª Exposição d’Os Surrealistas”, anti-grupo fundado por Mário Cesariny e Cruzeiro Seixas, a par com os seus companheiros de aventura surrealista, a Perve Galeria inaugura uma exposição de homenagem àqueles que deram início à mais profunda revolução cultural da Lisboa dos anos 1940, bem como a outros autores que, por via da afinidade artística e intelectual, com eles estabeleceram relações nas décadas posteriores.

Com curadoria de Carlos Cabral Nunes, esta exposição não só celebra a histórica exposição, que a 18 de junho 1949 inaugurou na sala de projeções da Pathé Baby, junto à Sé de Lisboa, como também assinala o centenário do Manifesto do Surrealismo de André Breton, fundador do movimento surrealista internacional.

Serão apresentadas obras inéditas de vários artistas incontornáveis do movimento surrealista nacional e internacional, como Cruzeiro Seixas, Isabel Meyrelles ou Eugenio Granell, provenientes de coleções privadas, como as de Juan Carlos Valera e Pedro Polo, recentemente integradas no acervo da galeria, e que são agora apresentadas pela primeira vez em Portugal.

Mais informações disponíveis no site www.pervegaleria.eu.

 

Fonte: perveglobal.com

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar