Festival NEOPOP soma doze novos nomes ao cartaz da 15ª edição

498 views

“15 Years with you” dá o mote a esta edição comemorativa do festival que acontece de 12 a 15 de Agosto, em Viana do Castelo, tendo o Oceano Atlântico como horizonte.

O NEOPOP Festival ruma à sua 15ª edição continuando a revelar os nomes que vão comemorar este aniversário, em que a música de dança é celebrada de forma tão especial. São no total 12 os novos artistas que se juntam aos 8 já anunciados, num line up que conta com os principais DJ’s e produtores da cena eletrónica internacional bem como os mais importantes talentos do underground, sob a chancela de uma curadoria inigualável.

 

É hoje impossível falarmos de música eletrónica e da sua evolução ao longo das últimas três décadas sem referir Richie Hawtin. Foi fundamental na revolução minimalista do techno de Detroit quando os pioneiros do género encontravam na Europa terreno fértil para a propagação do género. Criou a Minus no fim do milénio, tornando-a o seu centro operacional, difundindo a mais inovadora e criativa música eletrónica. Por outro lado, são poucos os artistas que em cima do palco demonstram uma tamanha e sincera conexão com o seu público como a russa Nina Kraviz. Fá-lo com a mesma paixão com que se deixou envolver pela música que nos oferece, seja no maior festival ou no clube intimista, através da sua editora трип (Trip).

Este novo anúncio de confirmações não poderia deixar de fora o chileno Ricardo Villalobos, radicado na Alemanha desde tenra idade. Com uma carreira de mais de 30 anos, tem vindo a trilhar um percurso ímpar na história da música de dança ao redesenhar géneros como o minimal techno ou microhouse, criando uma identidade inconfundível, onde os ritmos sul americanos são introduzidos de forma sublime e eficiente. A juntar-se a ele, Dax J, o nome de que todos falam. Nascido em Londres, mas atualmente a residir em Berlim, o fundador da Monnom Black insiste em permanecer nas posições cimeiras das mais variadas tabelas “Top DJs” da imprensa especializada, com o seu set na edição de 2018 do NEOPOP considerado “Best DJ set of the year” pela Be.At.TV.

Há muito reconhecido como figura incontornável da música de dança no Japão, DJ Nobu destaca-se pela forma como estrutura uma narrativa nos seus sets, por entre o techno mais abstrato e hinos de pista, o house inexplorado e a eletrónica vanguardista, com uma identidade que o torna tão único e especial neste meio. A estrear-se em Portugal, a DJ residente das festas Goa Ultrabeat e fundadora da Danza Tribale, Adiel, que transporta a sonoridade hipnótica transalpina para outra dimensão envolvendo pistas numa dinâmica muito própria.

Foi como raver nas festas em Tel Aviv que a russa Marina Rubinstein encontrou na dança uma espécie de meditação em que libertava a mente e a afastava dos pensamentos. Hoje, com sets marcadamente imbuídos do espírito acid techno, mas onde o broken beat ou a IDM se revelam, Dr. Rubinstein é um nome a reter no alinhamento desta edição comemorativa do NEOPOP. Já o madrileno Héctor Oaks tem vindo nos últimos anos a ocupar um espaço cada mais relevante na cena internacional. A partir de Berlim dá a conhecer uma sonoridade profunda, fundindo influências intemporais de Detroit e Chicago com a robustez do techno associado à capital.

Com uma abordagem pouco ortodoxa ao techno, a britânica Paula Temple tem vindo a posicionar-se como porta estandarte de um movimento regenerador da música de dança. Na cabine, desmembra cada tema para voltara reconstruir, num ritmo vertiginoso e uma cadencia que nos deixa sem fôlego, com uma técnica assente no híbrido live/DJ set que abre portas à experimentação. A juntar-se a ela outro nome de destaque, Anastasia Kristensen. A russa que reside na Dinamarca, residente do Culture Box e dos eventos LGBTQ Mainstream, tem vindo a levar a sua visão de um techno enérgico a pistas sedentas de liberdade, onde impera o inconformismo e a diversão surge como palavra de ordem.

A terminar a lista de novas confirmações, a dupla ucraniana ARTBAT, composta por DJ Artur e Batish, provenientes da cena underground de Kiev. Impuseram-se no circuito dos mais relevantes festivais e clubes do género com sets que deambulam por entre a vertente melódica do progressive, as atmosferas do techno, o hipnotismo do “15 Years with you” dá o mote a esta edição comemorativa do festival que acontece de 12 a 15 de Agosto, em Viana do Castelo, tendo o Oceano Atlântico como horizonte. minimal e os ritmos do tech-house. E também os 999999999 (ou Ninetimesnine), um duo de produtores italianos que se têm apoiado no acid para o reinventar, conferindo-lhe novas roupagens assentes num techno descarnado.

 

A celebração dos 15 anos de festival ganha, também, uma nova identidade visual concetualizada pelo Studio Bruto sediado no Porto.

 

Fonte: mediasounds

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar