Companhia de Dança Contemporânea de Angola no Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal

108 views

«Isto É Uma Mulher», da Companhia de Dança Contemporânea de Angola, sobe ao palco do Auditório Municipal do Fórum Cultural do Seixal, no dia 4 de novembro, pelas 21.30 horas. O espetáculo tem entrada livre, mediante reserva prévia em Isto É Uma Mulher? | Câmara Municipal do Seixal (cm-seixal.pt).

No dia anterior, 3 de novembro, também pelas 21.30 horas, no Auditório Municipal, é exibido o documentário «Para Lá dos Meus Passos», que acompanha o processo de montagem do mais recente espetáculo da única Companhia de Dança Contemporânea de Angola. A iniciativa tem também entrada livre, mediante reserva prévia em Para Lá dos Meus Passos | Câmara Municipal do Seixal (cm-seixal.pt).

«As origens, as tradições, as dificuldades e a construção de novos de caminhos estão expressos nestes trabalhos, também reveladores do potencial da cultura angolana», refere o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva.

Sobre «Isto É Uma Mulher»: «vivem-se hoje tempos que se distanciam daqueles modelos arcaicos em que a obrigatoriedade das mulheres se ocuparem, exclusivamente, das tarefas domésticas contrastava com a liberdade dos homens para trabalhar, votar, governar e movimentar-se livremente. Nestas sociedades ditas modernas, estas não tinham, inclusivamente, direitos sobre o seu próprio corpo. Existem atualmente sociedades em que a mulher desempenha papéis de responsabilidade antes reservados aos homens. Paralelamente, outras há em que as mulheres continuam a viver numa condição de quase invisibilidade. Criar uma peça sobre a mulher ou mulheres pode parecer tão oportuno como arriscado ou mesmo imprudente, pois, às questões anteriores, juntam-se aquelas relacionadas com a construção e identidade de género as quais estão, igualmente, longe de ser resolvidas. Com a peça “Isto É Uma Mulher?” criam-se situações que permitem a descoberta ou, simplesmente, que desafiam o público a confrontar-se consigo próprio e a envolver-se, ainda que por instantes, num universo em que, em cada pergunta e resposta, existe uma probabilidade de razão.»

Este é um espetáculo de Ana Clara Guerra Marques (Angola) e Irène Tassembédo (Burquina Faso), pela Companhia de Dança Contemporânea de Angola.

Sobre «Para Lá dos Meus Passos»: «Durante a criação da peça “(Des)construção, os sete bailarinos são levados a viajar sobre um conjunto de danças tradicionais de Angola e a transformá-las, dando-lhes novos significados. A maioria deles, provenientes de outras províncias do país, traz consigo memórias e tradições ao se mudar para a movimentada, errática e frenética realidade da capital. Em prol de uma integração, surge a necessidade da abdicação parcial do que somos e a necessidade de criação de uma nova identidade, refletindo sobre o que de original permanece em nós ao longo dos diferentes caminhos de vida que vamos traçando.»

O documentário tem realização de Kamy Lara, produção e correalização de Paula Agostinho e edição de Gretel Marín.

Mais informações em bilheteira.cultura@cm-seixal.pt ou 915 635 090 (de segunda a sexta-feira, das 10 às 12 e das 14 às 17 horas).

 

Fonte: CM Seixal

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar