Underdogs inaugura nova exposição individual de Ana Aragão sobre a cidade, o monopólio e o direito a imaginar

124 views

Sexta-feira, dia 28 de junho, a Underdogs inaugura Monopolis, de Ana Aragão. Esta é a sua  primeira exposição individual na Galeria, depois de expor recentemente em Londres e Tóquio,  bem como no Museu do Oriente e na Casa da Arquitetura. Baseada no jogo de tabuleiro, feito  de regras e disputas de poder, revela-se numa parede monumental, forrada com desenhos  de cidades por construir: um manifesto para reclamar o espaço da imaginação. A exposição  estará patente até 10 de Agosto de 2024. 

MONOPOLIS 

A Underdogs recebe a nova exposição da “arquiteta de papel” Ana Aragão: uma reflexão sobre o estado  da cidade e da habitação em 2024. Não se pretende içar uma bandeira política, mas sim pensar o espaço  pessoal: nas palavras de Aragão, “a casa não é só o habitáculo do corpo, mas também o da imaginação.”  Trata-se de uma série de cidades imaginárias, que encontram a sua base conceptual no funcionamento  do jogo de tabuleiro. Para comprar uma casa, é preciso avançar várias posições no tabuleiro; para  ganhar, é imperativo levar os outros à falência. 

Afloram-se aspectos como precariedade das casas, os espaços mínimos e partilhados e a especulação  imobiliária que tem engordado os verdadeiros homens da cartola. Estes são os motivos dominantes  em Monopolis, uma série de cidades imaginárias, desenhadas com aparente rigor. As casas-cápsula que  nelas vemos lançam uma pergunta: será que o futuro já chegou, e será distópico ou utópico? 

As obras que compõem Monopolis revelam também um pensamento sobre si próprias: as representações  das cidades influenciam a forma como são projetadas, trabalhadas e vividas, de uma forma prática e  familiar, mas também pelo lado da intimidade e das emoções. Podemos não encontrar corpos humanos  nestas cidades imaginadas, mas fazem-se sempre sentir pela sua pulsação. 

©ChrisCosta

 

Ana Aragão 

www.anaaragao.com 

Ana Aragão licenciou-se como arquiteta pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP, 2009). Bolseira da  FCT, frequentou o Doutoramento do Departamento de Arquitectura da Universidade de Coimbra (2011-2014). Atualmente,  dedica-se exclusivamente ao desenho, explorando a temática dos imaginários urbanos e da arquitetura de papel. Tem obras  na coleção do Centro Cultural de Belém, Museu do Oriente Macau e Portugal, SNBA (Sociedade Nacional de Belas Artes) e  está representada em coleções em todo o mundo. 

Sobre a UNDERDOGS 

www.under-dogs.net 

Underdogs é uma plataforma cultural sediada em Lisboa, Portugal, que engloba uma galeria com dois espaços expositivos,  um programa de arte pública, a produção de edições de artista e o desenvolvimento de projetos de arte comissionados.  Estabelecida em 2010 e consolidada na sua forma atual em 2013, a Underdogs trabalha com uma lista diversificada de  artistas portugueses e internacionais ligados ao universo da arte contemporânea inspirada na cultura urbana, fomentando  o desenvolvimento de relações próximas entre criadores, público e a cidade. 

 

Foto destaque:©ChrisCosta

Fonte:cultural-affairs.com

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar