A monumental série “Esterno notte”de Marco Bellocchio chega em exclusivo a Portugal a 20 de Dezembro.

394 views

O prestigiado realizador italiano Marco Bellocchio, autor de grandes obras como “O Traidor”, “Vincere” e “Sangue del mio Sangue”, revisita o caso Aldo Moro, que já tratara em 2003 com o apaixonante “Bom Dia, Noite”, naquela que é a sua primeira e maravilhosa incursão como realizador de uma série.

A Filmin estreia em Espanha na terça-feira 20 de Dezembro a minissérie Esterno notte, criada e realizada pelo cineasta Marco Bellocchio. Vencedor no passado fim-de-semana do Prémio Inovação em Narrativa nos Prémios Europeus de Cinema, a série reconstrói o rapto e subsequente assassinato do antigo Primeiro-Ministro Aldo Moro pelas Brigadas Vermelhas em 1978, um evento que Bellocchio já tratou no seu aclamado filme “Good Morning, Night” (2003). Duas décadas mais tarde, realizador aborda pela primeira vez na sua carreira um projecto de ficção em formato série para alargar o foco e abordar o assassinato de Moro através de outros pontos de vista: “Chama-se ‘Esterno notte’ porque o dizemos no exterior da prisão de Moro. Contamos a história de uma série de personagens que não estavam presentes no primeiro filme, tais como o Ministro do Interior, o Papa, a sua esposa e dois dos terroristas”, explica Bellocchio.

Coincidindo com o quadragésimo aniversário do assassinato de Moro, e depois de ver algumas imagens na televisão do político com a sua família na praia, Bellocchio decidiu reportar um evento que considera chave na história política recente da Itália. “Todos os historiadores políticos concordam que o assassinato de Moro, combinado com o facto de nunca terem sido feitas negociações com as Brigadas Vermelhas para o libertar, levou a uma crise política sem precedentes”, explica o realizador, que diz que o sistema parlamentar em vigor até então, e os principais partidos que governaram o país (como a Democracia Cristã de Aldo Moro) estavam muito enfraquecidos, o que levou ao surgimento de novas forças políticas, como a Forza Italia de Silvio Berlusconi.

Fabrizio Gifuni (“Capital Humano”) interpreta Aldo Moro e lidera um elenco que inclui Toni Servillo (que interpreta o Papa Paulo VI) e Margherita Buy (“Mia madre”). Esterno notte estreou no Festival de Cinema de Cannes e foi lançada em Novembro nas salas de cinema em Itália, embora nenhum destes formados estivesse previsto à priori no seu argumento: “O filme vai ser lançado de formas diferentes e em plataformas diferentes. E é uma aventura totalmente nova. A mudança do celuloide para as câmaras digitais não teve grande impacto em mim, mas agora sou afectado pela mudança nos modelos de distribuição”, diz o realizador, que considera que a série “está dividida em episódios, mas é um único filme de 6 horas”.

Fonte: filmin.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar