4 tendências nos pagamentos que vão marcar 2023

457 views

Da prata e do ouro, passando pelas primeiras moedas cunhadas e notas imprimidas, muita coisa mudou na área dos pagamentos ao longo da História da Humanidade permitindo, inclusive, perceber a forma como as diferentes sociedades em momentos distintos operam.

Nos últimos anos, com o desenvolvimento do mundo online e do comércio eletrónico, novas formas de pagamento têm emergido, como as carteiras digitais, os gateways ou os cartões online.

Enquanto algumas ainda estão numa fase algo imberbe, outras como os pagamentos contactless afirmam-se todos os anos como uma das grandes tendências na área dos pagamentos a nível mundial.

4 tendências nos pagamentos em 2023

E este ano? A par do contactless, quais serão as grandes tendências nos pagamentos para 2023? A resposta segue dentro de momentos:

1.   Pagamentos Contactless

Apesar de já ter entrado na nossa vida há alguns anos, o contactless continua a ser, ano após ano, uma das grandes tendências dos pagamentos não só em Portugal, como também no resto do mundo.

De acordo com o último relatório do REDUNIQ Insights, solução de conhecimento da UNICRE, os pagamentos contactless representavam, no final de 2022, 75% de todas as transações realizadas nos sistemas de pagamento REDUNIQ, mais 9% do que aquilo que se registava em 2021 e mais 59% do que me 2019.

Este volume de transações com recurso à tecnologia contactless acaba por ter fortes repercussões a nível da faturação.

Assim, de acordo com este relatório, o peso do contactless na faturação dos negócios atingiu os 56%, mais 10% do que em 2021 e mais 50% do que aquilo que se registava antes da pandemia.

Este crescimento está para durar, sobretudo numa altura em que cada vez mais negócios está a perceber que ao apostar em terminais de pagamento com contactless permite-lhes não só aumentar as vendas e o ticket médio (valor médio gasto em cada compra) das mesmas, como também uma gestão mais simples e racional.

Entre estes dispositivos contactless que estão a ajudar os negócios portugueses a mudarem a página no que aos pagamentos diz respeito estão o TPA Android REDUNIQ Smart e o POS REDUNIQ Soft.

De forma sintética, a solução REDUNIQ Smart vem permitir-lhe que junte no mesmo terminal pagamentos contactless com cartão, chip, MB WAY, Google Pay ou Apple Pay e um conjunto de apps de gestão incorporadas que o irá auxiliar o seu negócio a ser totalmente móvel e digital.

Por sua vez, o REDUNIQ Soft, uma solução de pagamento NFC Android que permite que o negócio aceite pagamentos de forma rápida e fácil através de uma App no seu smartphone transformando-o num verdadeiro sistema POS Android que aceita pagamentos por NFC, pagamentos por QR Code ou pagamentos por Contactless.

2.   E-Wallets e QR Code

Hoje em dia, ninguém sai à rua sem o seu smartphone no bolso e isso impacta na forma como pagamos, já que com o desenvolvimento da tecnologia contactless e das carteiras digitais (e-wallets), os dispositivos móveis onde carregamos a nossa vida transformaram-se nas notas e moedas do séc. XXI.

Para 2023, é de esperar que esta tendência se acentue, até porque os recentes dados compilados pelo Barómetro E-commerce da Marktest, revelam que mais de 3 milhões de portugueses pagou as suas compras online com recurso a MB WAY, um crescimento de 600 mil em relação a 2021, e mais de meio milhão confiou os seus pagamentos às carteiras digitais.

O mesmo acontece com os pagamentos via QR Code que, como já vimos no caso do REDUNIQ Soft, têm agora uma plataforma segura a partir de onde o seu negócio pode aceitar transações por este meio.

3.   Soluções de pagamento unificadas

Com a migração de uma grande parte dos consumidores para o e-commerce, muitos negócios têm vindo a adotar uma estratégia de negócio omnichannel que lhes permite vender e receber pagamentos em loja física ou online.

De forma a tornar esta nova forma de vender, em 2023 vamos assistir ao desenvolvimento e aprofundamento de soluções integradas que permitam aos negócios aceitar pagamentos e gerir as vendas dos diferentes canais de forma mais centralizada e eficaz em tempo real.

4.   Criptomoedas

Apesar de vivermos aquilo a que os especialistas em mercados financeiros denominarem como “inverno cripto”, ao longo de 2023 veremos o nascimento de desenvolvimento tecnológicos que tornem os pagamentos com criptomoedas mais transparentes e seguros para negócios e consumidores podendo, fruto de uma maior regulação, vir a aparecer micropagamentos em stream e reembolsos internacionais.

 

Créditos: Fernando Guimarães

Foto: Nattakorn_Maneerat / Shutterstock

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar