Yasujirō Ozu 120 Anos

429 views

Observador paciente da vida quotidiana, mergulhou profundamente na complexidade da vida familiar e conjugal, com uma atenção especial às intrincadas relações entre diferentes gerações. Entre as suas obras mais apreciadas, Primavera Tardia (1949), A Viagem a Tóquio (1953) e O Gosto do Saké (1962) destacam-se como clássicos intemporais que continuam a cativar espectadores em todo o mundo. Em 2012, numa sondagem da Sight & SoundA Viagem a Tóquio foi eleito o terceiro melhor filme de todos os tempos pela crítica internacional e o melhor filme de sempre por 358 cineastas de todo o mundo. O legado cinematográfico de Yasujirō Ozu perdura, num testemunho da sua incomparável capacidade de usar o cinema para contar histórias de profunda humanidade, que lhe valeu o reconhecimento como um dos maiores e mais influentes cineastas de sempre. (Leopardo Filmes)

Filmes a exibir a partir de 30 de novembro:

CREPÚSCULO EM TÓQUIO (1957), inédito comercialmente em Portugal

HISTÓRIA DE UM PROPRIETÁRIO RURAL (1947), inédito comercialmente em Portugal

O GOSTO DO SAKÉ (1962)

VIAGEM A TÓQUIO (1953)

A FLOR DO EQUINÓCIO (1958)

BOM DIA (1959)

O FIM DO OUTONO (1960)

PRIMAVERA TARDIA (1949)

Mais informação aqui

cinema
30 novembro a 27 dezembro 2023
Cinema Nimas
Fotografia: “Viagem a Tóquio” de Yasujiro Ozu
Fonte: AgendaLx

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar