XIV Bienal Internacional Cerâmica Artística de Aveiro

985 views

Mensagem do Presidente do Júri – Torbjørn Kvasbø

Congratulo os artistas participantes na XIV Bienal de Aveiro. Sem a vossa generosa contribuição este evento não seria possível. Tem sido um prazer estar envolvido na avaliação do vosso trabalho: a qualidade das obras concorrentes foi muito elevada. As vossas obras de arte representam uma rica diversidade, grande variedade de conteúdo, expressão, dimensão, forma, cor, estruturas e texturas, bem como na utilização do material cerâmico e nas técnicas cerâmicas enquanto linguagem. Inovadora, experimental e crítica. Aqui se encontra muito para ver, aprender e refletir.

O formato expositivo deste tipo de exposição tem os seus limites: não existe curadoria, não existe uma ideia condutora, as obras submetidas pelos artistas são escolhas individuais de algumas das melhores obras existentes nos seus estúdios, os artistas são responsáveis pelas despesas de envio, o que acarreta limites à dimensão dos trabalhos. Mas esta é uma oportunidade para todos os criadores do campo da cerâmica participarem, amadores, estudantes, emergentes e mestres. Aqui não interessa quem és, se tens um “nome”, onde já expuseste, que tipo de rede social possuis, o currículo. Desde que a obra seja avaliada e admitida por um júri profissional. Frequentemente vimos jovens artistas internacionalmente desconhecidos serem reconhecidos e receberem prémios por obras extraordinárias. Assim, por favor, continuem a candidatar-se, enviem imagens do vosso trabalho. Mostrem ao mundo quem são e o que fazem!

Este tipo de exposição apresenta alguns princípios dúbios: muito trabalho e responsabilidade colocado no artista, é caro para o artista, podem não voltar a ver o vosso trabalho se não conseguirem financiar o transporte de retorno e terem de “doar” a obra, as obras raramente são vendidas nestes eventos.

Mas se o organizador fizer o seu trabalho de forma profissional, a exposição internacional que alcançam através desta muito qualificada revisão por pares é o investimento mais valioso que podem fazer na vossa carreira. Assim é muito importante que qualquer organizador deste tipo de evento dê aos artistas o máximo de exposição através de todos os meios de comunicação social disponíveis, e através da realização de um catálogo profissional, analógico e digital. É assim que o organizador recompensa os artistas.

A Bienal de Aveiro é internacional, nesta edição existiram candidaturas de 37 nações, num total de 246 candidaturas correspondendo a 385 obras. 25 Nacionalidades estão representadas na exposição final, 98 obras de 78 artistas.

O júri tinha 5 membros, dos quais 3 são artistas profissionais, e 2 são membros da Academia Internacional de Cerâmica. Reunimos duas vezes: a primeira vez em Fevereiro para verificar todas as candidaturas e efetuar escolhas, depois o segundo encontro, em Junho, após a receção das obras, para fazer a verificação final e selecionar os premiados e a atribuição de menções honrosas.

Congratulamos o organizador da exposição, o Município de Aveiro. Desde 1989 que a Câmara Municipal organiza a Bienal Internacional de Cerâmica Artística de Aveiro e, em 2019, a 14ª edição vai ter lugar. A Bienal de Aveiro é inteiramente financiada pelo Município. A equipa de 5 pessoas são funcionários a tempo inteiro e trabalham para a Bienal quantas horas forem necessárias. O evento é muito bem planeado e organizado, profissional em todas as matérias e detalhes. O arquiteto da exposição é um dos membros do júri.

 

Academia Internacional de Cerâmica (AIC)

A Bienal tem uma declaração clara e o objetivo do evento demonstrado em relação aos objetivos da Academia Internacional de Cerâmica (AIC). Dois membros da AIC são membros do júri. A XIV Bienal de Aveiro cumpre os requisitos e requerimentos para o apoio da AIC em relação a eventos internacionais e para a utilização do logotipo da AIC.

De acordo com as regras da AIC os dois primeiros lugares de uma competição internacional (tal como a KOCEF, Mino, Seto, Yingge, Vallauris, Aveiro, etc.) serão selecionados como novos membros da AIC sem necessidade de candidatura e pagamento de inscrição, se um membro da AIC integrar o júri. Os membros do júri que integram a AIC apresentarão os vencedores por escrito ao Secretariado. Os vencedores não serão eleitos, mas aclamados pelo Conselho da AIC.

Torbjørn Kvasbø

Presidente do Júri

Artista ceramista e Presidente da Academia Internacional de Cerâmica

 

FOTO:

Artista: Sara Dario

Obra: Come foglie al vento

Descrição: Photo-serigraphy. Porcelain. Dimensão: 35x35x25cm

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar