Woyzeck Georg Büchner/ Comuna/ João Mota

476 views

Considerava com acerto o grande romancista Eduardo Galeano que, “nos intervalos da sua vida fugitiva, Büchner escreveu, com um século de antecipação, as obras que fundariam o teatro moderno”. Entre elas, está Woyzeck (1837), sucessora de A Morte de Danton (1835) e Leôncio e Lena (1836), a peça inacabada a que o jovem autor de 23 anos se dedicava quando, atingido pela febre tifoide, viu terminada “tanta vida em tão pouco tempo”.

Ao longo de várias cenas curtas e fragmentadas, Büchner conta a história do soldado Franz Woyzeck, órfão de pai e mãe, ajudante numa fábrica de perucas, que para escapar à fome se alista no exército. Pela vida coleciona todo o tipo de agruras, sofre infidelidades e abusos morais que culminam na loucura e no assassínio.

A triste vida do soldado Woyzeck pelo génio “apaixonadamente humano, politicamente rebelde” de Büchner, tal como Stanley Kauffmann o caracterizou, regressa agora aos palcos portuguesas numa encenação de João Mota, naquele que é o espetáculo de encerramento das celebrações dos 50 anos da Comuna Teatro de Pesquisa. [texto: Frederico Bernardino /Agenda Cultural de Lisboa]

Informações e reservas: reservas@comunateatropesquisa.pt

Ficha técnica:

Comuna Teatro de Pesquisa. Georg Büchner, texto; João Mota, encenação; Almeno Gonçalves, Carlos Paulo, Francisco Pereira de Almeida, Gonçalo Botelho, Hugo Franco, João Grosso, Luís Garcia, Maria Ana Filipe, Miguel Sermão, Patrícia Fonseca e Rogério Vale, interpretação.

 

teatro
30 março a 7 maio 2023
qua: 19h; qui: 19h; sex: 21h; sáb: 21h; dom: 16h
Teatro da Comuna
Fonte: AgendaLx

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar