Teatro Viriato acolhe estreia europeia que reflete sobre o abuso sexual das mulheres e a objetificação do corpo feminino

88 views

Abuso sexual, prazer, objetificação do corpo feminino, hipersexualização e arquétipos femininos da “beleza perfeição” são os temas da peça-instalação “BU!”, da artista brasileira Vanessa Garcia, que tem estreia europeia, nos dias 23, 24 e 25 de maio no Teatro Viriato. 

Em palco, uma boneca de olhos expressivos (inspirados na Manga japonesa), de unhas pintadas, salto alto, glamour e cabelos longos platinados, com inteligência artificial que promete ser o relacionamento perfeito para o século XXI. Uma acompanhante de luxo que faz o que precisa ser feito, não reclama, não sente dor, não tem vírus, não tem TPM, não discute relação, não possui limites, mas respeita os das outras pessoas. Uma boneca/mulher isenta de defeitos.

Como refere Vanessa Garcia, este espetáculo procura refletir sobre “os estigmas que reduzem as possibilidades de existência da diversidade feminina e aprisionam a sexualidade da mulher de uma maneira comercial e sistematicamente institucionalizada”.

“BU! É uma peça-instalação que criei para me curar de todos os abusos que eu sofri ao longo da vida e que não tive coragem de revelar por ficar paralisada diante deles e também por me sentir culpada. Abusos que começaram ainda quando criança, aos oito anos de idade”, explica a artista reforçando que é também “uma forma irónica de materializar os desejos do patriarcado e do sistema capitalista em uma boneca com inteligência artificial”.

O espetáculo acontece num cenário digital e interativo, proporcionando uma experiência multimédia e sensorial que mistura teatro, dança, performance, música, artes visuais, projeções, realidade aumentada e tecnologia.

“BU!” estreia na Europa pela mão do Teatro Viriato, que será também o responsável pela difusão europeia.

Nos dias 23 e 24 de maio, as sessões acontecem às 21h00, e no dia 25 de maio, às 17h00. O espetáculo destina-se ao público maior de 18 anos.

Foto  “BU!” © Juliana Chalito

 

VANESSA GARCIA 
É atriz, performer, pesquisadora das artes do corpo, diretora e coreógrafa, formada em licenciatura em dança plena pela Faculdade Angel Vianna, no Rio de Janeiro, e como atriz pelo Curso de Formação de Atores TEPA – Teatro Escola de Porto Alegre. Recebeu em 2011 o Prémio Açorianos de Melhor Atriz, em Porto Alegre. Idealizadora, atriz e diretora artística do espetáculo e exposição “BU!”; diretora e criadora do espetáculo “ILHAS”, realizado na Ilha da Madeira, em Portugal, no contexto do projeto INSUL’arts, produzido pelo Dançando com a Diferença; atriz na Peça de Teatro “Levante”, CCSP – São Paulo. (Direção Eliana Monteiro / Teatro da Vertigem); atriz na obra audiovisual “Contorno” para o projeto “Arte como Respiro”, do Itaú Cultural; realizou as coreografias da novela “Amor de Mãe”, da Rede Globo;  coreógrafa e participação como atriz no filme “Vai dar Nada” (direção Jorge Furtado); fez a direção artística do show Gesto Bruto, de Victor Seixas;  a direção de movimento e assistência de direção do espetáculo “Suassuna – O Auto do Reino do Sol”, da Barca dos Corações Partidos (direção de Luiz Carlos Vasconcelos); participou como atriz/performer do “Cabaret Voltaire”, do Tempo Festival (direção de Jefferson Miranda); assina a direção artística do Cd (lançado pela Biscoito Fino) e Show, “Pop Banana” da cantora Júlia Vargas. Atriz na peça “Le Circo de La Drag” (direção Juracy de Oliveira); atriz no infantil “Dinossauros e Pelancas” (direção Juliana Linhares); atriz no Espetáculo “Controversa, Animais Na Pista” (Direção Silvero Pereira E Jezebel De Carli); trabalhou Como Atriz Na Super Série Da Globo “Os Dias Eram Assim”; Direção De Movimento E Coreografias Do Musical “DPA – Os Detetives Do Prédio Azul; Direção, Movimento E Preparação Corporal Do Espetáculo “Bataclã” – Grupo Nós Do Morro (Direção Fernando Melo Da Costa), Direção De Movimento E Preparação Corporal Da Peça Noites Do Vidigal – Grupo Nós Do Morro (Direção Fatima Domingues); Direção Artística Do Lançamento Do Selo Porangareté (Selo Da Maria Eugenia E Chico Eller), No Circo Voador. Entre Outros Trabalhos.

Fonte: Teatro Viriato

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar