Sarah Maldoror – Cinema Tricontinental

121 views

Esta é a primeira exposição retrospetiva dedicada à obra de Sarah Maldoror (1929-2020), cineasta francesa considerada pioneira do cinema africano. A obra de Sarah encontra-se associada às lutas de libertação de vários países africanos de língua portuguesa (Angola e Guiné Bissau) nas décadas de 1960 e 1970, as quais constituem o tema e pano de fundo de muitos dos seus filmes.

Cinema Tricontinental é, por isso, uma oportunidade para descobrir não só a obra cinematográfica de Maldoror, mas também a teatral, poética e política de uma cineasta com uma produção prolífica (realizou mais de 45 filmes, de todos os géneros e durações), que foi alternando entre a ficção e o documentário, sempre ao serviço de um cinema revolucionário, resolutamente antirracista e irreverente.

Em paralelo, o Torreão Nascente da Cordoaria recebe também a exposição Resistência Visual Generalizada: Livros de Fotografia e Movimentos de Libertação.

Esta mostra, que resulta de uma investigação desenvolvida por Catarina Boieiro e Raquel Schefer em torno dos livros de fotografia realizados no contexto dos Movimentos de Libertação em Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Cabo Verde (1960-80), apresenta livros produzidos no contexto destas lutas anticoloniais e que compõem um corpus inédito e rico para analisar a história destas longas lutas pela independência, assim como para refletir acerca do potencial político da imagem.

 

 

Terça a domingo, das 10h às 13h/14h às 18h

Créditos:Bildjanst-H. Nicolaisen, Portrait de Sarah Maldoror, s.l., s.d., cortesia Annouchka de Andrade e Henda Ducados.
artes
8 setembro a 27 novembro 2022
vários horários
Galeria do Torreão Nascente da Cordoaria Nacional
Fonte AgendaLx

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar