Saca-rolhas, Chave da Capital

1038 views

Fascinado por Saca-rolhas, sempre que posso não hesito em dar um salto até ao mais histórico evento comercial olissiponense, a Feira da Ladra. Segundo rezam as crónicas, nos tempos medievos este mercado ocorria na lada, ou seja na margem, do Tejo, o que teria dado origem ao seu nome inicial, Feira da Lada.

Séculos mais tarde, depois de ter transitado por vários locais, foi transferida ainda no século XIX, para o local onde até hoje se realiza, no Campo de Santa Clara. Pessoalmente fascina-me esta zona antiga da cidade, a sua História, arquitectura, monumentos, nos quais se destaca o Mosteiro de São Vicente de Fora, cujo edifício inicial foi erguido pelo fundador desta Lusa pátria, El Rei Dom Afonso I… e onde se encontra o Panteão Real da Dinastia de Bragança.

Mas, às terças-feiras, bem como aos sábados, a somar a estes monumentos de pedra e cal, é aqui que se realiza a Feira da Ladra. Como responsável pelo Projecto Museu do Saca-Rolhas, sempre que posso, não hesito em dar um salto até esta emblemática feira da capital. Não significa isto que por aqui abundem saca-rolhas verdadeiramente raros ou excepcionais, mas ainda assim, com paciência e atenção, de quando em quando, lá se consegue descortinar uma peça com interesse. Julgo ser este o caso da peça que vos apresento hoje.

Ler na íntegra aqui

Texto e foto por Lopo de Castilho

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar