Prémio Atores de Cinema da Fundação GDA saúda crescimento do audiovisual em Portugal

113 views

A 15ª edição do Prémio Atores de Cinema (PAC) da Fundação GDA, no próximo dia 15 de novembro, vai ser dominada pelo crescimento da produção cinematográfica em Portugal e, em geral, pelo recente aumento de oportunidades de trabalho audiovisual para os atores nacionais. Este prémio presta homenagem ao trabalho de interpretação das atrizes e dos atores portugueses, sendo o único em que os júris anuais são compostos exclusivamente por atores.

Este ano de 2022 Portugal esteve representado em grandes festivais de cinema, em diversas secções competitivas, com oito filmes no Festival de Berlim, seis em Cannes, três em Locarno, dois em Veneza e um em San Sebastian. Também o festival de Roterdão contou com cinco filmes portugueses, Londres e Valladolid com quatro e Toronto com três. “Não é vulgar termos tantos filmes nacionais a concurso, sinal de que há muitos mais a estrear”, afirma Miguel Valverde, diretor e programador do festival de cinema independente IndieLisboa e consultor da Fundação GDA para o PAC. “Tudo indica que a valorização do trabalho dos atores portugueses que este prémio promove, bem como a aproximação que a Fundação GDA propicia entre realizadores e atores nas jornadas que antecedem a sua entrega, são contributos relevantes para este resultado”.

Para Mário Carneiro da Fundação GDA “A expansão do mercado audiovisual em Portugal é um movimento que devemos saudar, sobretudo pelo impacto causado ao nível das oportunidades de trabalho para os atores e atrizes portugueses. O crescimento do número de produções de cinema e de séries nacionais para TV é absolutamente decisivo para consolidar um mercado de trabalho mais sólido e produtivo, superando um horizonte que tem sido sempre pobre em oportunidades e frágil nas condições de trabalho e de retorno financeiro para os nossos artistas”.

Antecedem a cerimónia do Prémio Atores de Cinema duas mesas-redondas de “encontros com a experiência”: numa estarão os atores Miguel Guilherme, Rita Blanco e Miguel Borges para conversarem com os jovens atores, noutro estarão os realizadores Gonçalo Galvão Teles, Ana Rocha e Marco Leão & André Santos para partilha de experiências sobre o mercado do audiovisual em Portugal.

 

Fonte: LA comunicação

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar