PLATIBANDAS do ALGARVE

5212 views

O Património Cultural e o Patimónio Arquitectónico são referências indispensáveis na vida das pessoas e das comunidades. Estabelecem os cenários de vida que são importantes para o assumir da identidade e inspiram os modelos de relacionamento entre os cidadãos, os povos e as sociedades.

Para continuar a existir Património e se manter o benefício que é a sua referência é necessário preservar a transmissão de valores e a partilha de experiências que constituam o lastro e a consciência de uma identidade individual e social, ou seja a memória colectiva das comunidades.

É necessário existir um trabalho de colaboração activa entre os membros de uma comunidade para registar, construir e promover todo um conjunto de valores e características que constituem a Arquitectura Vernácula, ou seja, a arquitectura identitária de cada lugar, feita com os materiais de cada sítio e a experiência partilhada dos cidadãos de cada região.

Preservar a memória não é o suficiente pois uma tradição construtiva é o resultado de um processo que se estende ao longo dos tempos numa prática corrente, consciente, assumida e continuada por várias gerações de obreiros, utentes e apreciadores participativos na construção das suas casas e dos seus lugares.

É neste processo que se filia esse elemento singular e caracteristico da Arquitectura da Região Sul – a Platibanda.

As platibandas são uma referência marcante dos edifícios do Algarve e são um elemento de grande valor patrimonial, com uma importância notável na imagem dos aglomerados urbanos e dos núcleos rurais. Embora mais evidentes na região do Sotavento a sua presença é uma constante em todo o território do Algarve e sobressai de uma forma graciosa e colorida na valorização da paisagem de toda a região.

As platibandas constituem uma expressão muito especial da afirmação da cultura construtiva regional algarvia, tanto na arquitectura popular, como na erudita. São também um testemunho do gosto de criar formas e da perícia de construir do povo algarvio.

Esta edição, ilustrada com mais de 160 imagens, é o resultado de um significativo e original levantamento fotográfico, que se tornou a base de um estudo importante para a identidade da região e para os apreciadores do património do Algarve. Um livro que nos deixa surpreendidos, curiosos e interessados por uma realidade muito viva que apetece admirar e compreender.

Edição Argumentum. Autores: Miguel Reimão Costa, José Eduardo Horta Correia, Alexandre Tojal e Pedro Prista

Prefácio: Guilherme d`Oliveira Martins

 

As platibandas são uma referência marcante dos edifícios do Algarve e são um elemento de grande valor patrimonial, com uma importância notável na imagem dos aglomerados urbanos e dos núcleos rurais.
Embora mais evidentes na região do Sotavento a sua presença é uma constante em todo o território do Algarve e sobressai de uma forma graciosa e colorida na valorização da paisagem de toda a região.
As platibandas constituem uma expressão muito especial da afirmação da cultura construtiva regional, tanto na arquitectura popular, como na erudita.
São também um testemunho do gosto de criar formas e da perícia de construir do povo algarvio.
Esta edição, ilustrada com mais de 160 imagens, é o resultado de um significativo e original levantamento fotográfico, que se tornou a base de um estudo importante para a identidade da região e para os apreciadores do património do Algarve.
Um livro que nos deixa surpreendidos, curiosos e interessados por uma realidade muito viva que apetece admirar e compreender.

Fotografia: Filipe da Palma
Texto: Miguel Reimão Costa,
José Eduardo Horta Correia,
Alexandre Tojal, Pedro Prista
Prefácio: Guilherme d’Oliveira Martins
Formato: 23 x 32cm
Capa dura
144 páginas
ISBN: 978-989-8885-13-5
PVP: 35€

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar