“Para Tão Curtos Amores, Tão Longa Vida”

851 views

Para Tão Curtos Amores, Tão Longa Vida será apresentado na Livraria Arquivo, em Leiria l Sobre relações afetivas e prolongadas, monogamia, infidelidade e, claro, sobre o amor.

A próxima apresentação do novo livro de Daniel Sampaio decorrerá no próximo dia 2 de novembro (quinta-feira), pelas 18h30, na Livraria Arquivo, em Leiria.

Este novo livro de Daniel Sampaio que traz o título tão evocativo: Para Tão Curtos Amores, Tão Longa Vida, discute as relações afetivas breves e as prolongadas, a monogamia e a infidelidade, a importância da relação precoce com os pais e as vicissitudes do amor.

Sinopse

Numa época e num país como o nosso, em que se regista um número muito elevado de divórcios, e em que muitos casais preferem «viver juntos» a casar-se, dando origem nas estatísticas a muitas crianças nascidas «fora do casamento», nesta época e neste país a pergunta mais próxima da realidade não é por que duram tão pouco tantos casamentos, mas antes: Por que é que há casamentos que duram até à morte dos cônjuges? Qual é o segredo? Há um segredo nisso? Este novo livro de Daniel Sampaio, que traz o título tão evocativo: Para Tão Curtos Amores, Tão Longa Vida, discute as relações afetivas breves e as prolongadas, a monogamia e a infidelidade, a importância da relação precoce com os pais e as vicissitudes do amor. Combinando dois estilos, o ficcional e o ensaístico, que domina na perfeição, o autor traz perante os nossos olhos, de modo muito transparente e sem preconceitos, tão abundantes nestas matérias, os problemas e dificuldades dos casais no mundo de hoje, as suas vitórias e derrotas na luta permanente para manterem viva a sua união. Um livro para todos nós porque (quase) todos nós, mais tarde ou mais cedo, passamos por isso.

Daniel Sampaio escreve sobre as famílias, os casais e os jovens dos nossos dias. Dos títulos que publicou destacam-se Ninguém Morre Sozinho (uma obra de referência sobre o suicídio adolescente), A Arte da FugaTudo o Que Temos Cá Dentro e Lavrar o Mar.

A versão teatral do seu livro Vagabundos de Nós foi levada à cena em 2004 no Teatro Maria Matos, com Nuno Lopes e Márcia Breia e encenação de Luís Osório. Em 2008 publicou A Razão dos Avós, em 2018 Do Telemóvel Para o Mundo – pais e adolescentes no tempo da internet, onde revisita a vida dos adolescentes e analisa o impacto das novas tecnologias no quotidiano familiar. Publicou depois Dá-me a Tua Mão e Leva-me (2020), Covid19. Relato de um Sobrevivente (2021), que retrata a sua experiência de doente de covid grave, e A Arte da Fuga. 25 anos depois (2023). Para Tão Curtos Amores, Tão Longa Vida é o título que agora publica. Daniel Sampaio está editado no Brasil e em Itália.

Ficha do Livro:

Título: Para Tão Curtos Amores, Tão Longa Vida

Nº págs: 232

ISBN: 9789722132442

PVP C/ IVA: 17,90€

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar