ORQUESTRA FILARMÓNICA PORTUGUESA

250 views

Lisboa e Santa Maria da Feira recebem os quatro concertos sob condução do Maestro Osvaldo Ferreira

Nos próximos dias 3, 4, 5 e 6 de novembro, a Orquestra Filarmónica Portuguesa, juntamente com o Coro Sinfónico Lisboa Cantat, vai apresentar nas cidades de Lisboa e Santa Maria da Feira, um programa dedicado a Johannes Brahms, grande compositor alemão do período romântico, com entrada gratuita.

Em Lisboa, os concertos vão acontecer na Basílica da Estrela (3 de novembro às 21h30), na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, nos Olivais (4 de novembro às 21h30) e na igreja de São João de Brito, em Alvalade (5 de novembro às 21h00). Já o último concerto acontece em Santa Maria da Feira, a 6 de novembro, pelas 16h00, no Grande Auditório do Europarque e terá um cariz solidário.

Sob a direção do Maestro Osvaldo Ferreira, a Orquestra Filarmónica Portuguesa e o Coro Sinfónico Lisboa Cantat, com os solistas Cecília Rodrigues e André Henriques, apresentarão “Um Requiem Alemão, op. 45”, de Brahms. Esta é considerada uma das mais importantes obras do repertório coral-sinfónico do período romântico.

Em 2022 a Orquestra Filarmónica Portuguesa atuou em grandes salas europeias, nomeadamente em Paris, no Théâtre des Champs-Elysées e no Grande Auditório da UNESCO, a propósito da Temporada Cruzada Portugal-França e das comemorações do Dia Internacional da Língua Portuguesa.

A Orquestra Filarmónica Portuguesa é líder do projeto “Sounds of Change” que é apoiado pela União Europeia através do Programa Europa Criativa e envolve quatro outros relevantes parceiros internacionais da Alemanha, Espanha, Sérvia e Eslovénia.

A Orquestra Filarmónica Portuguesa conta com a Direção Artística do maestro Osvaldo Ferreira, um dos mais representativos chefes de orquestra nacionais da atualidade.

 

Sobre a Orquestra Filarmónica Portuguesa:

Fundada em maio de 2016 por Osvaldo Ferreira e Augusto Trindade, a Orquestra Filarmónica Portuguesa (OFP) é amplamente reconhecida, pelo público e pela crítica, como uma das melhores orquestras sinfónicas nacionais. Os elevados padrões de qualidade e de exigência impressos desde a sua génese, levam-na a integrar um conjunto de músicos de elevado nível técnico e artístico, como sejam instrumentistas premiados em concursos nacionais e internacionais, ex-integrantes da Orquestra Jovem da União Europeia e músicos estrangeiros residentes em Portugal. Ao juntarem-se a este projeto diferenciador e inovador, estes músicos são elementos-chave numa orquestra que é uma verdadeira referência e um símbolo de qualidade.

A Orquestra Filarmónica Portuguesa produz concertos sinfónicos, ópera e promove ligações a outros géneros artísticos, numa procura constante do desenvolvimento de eventos e espetáculos diferenciadores e únicos, construindo, desta forma, a reputação de ser uma orquestra ímpar no panorama musical português, pela sua versatilidade, ecletismo e visão de futuro.

Fonte: mpublicrelations.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar