OCO – João Pataco

191 views
OCO retrata o processo que um “ser” imóvel e estático atravessa na procura pela emancipação da sua impotência. Assenta no binómio ação e palavra. Parte da exploração de noções do corpo enquanto entidade e indivíduo, mas também do corpo enquanto identidade e a circunstância desse mesmo indivíduo. Nasce da urgência de testar os limites físicos, mas também os da elasticidade da alma. A acrobacia aérea, o movimento, a voz e a palavra aliam-se ao som é à luz, para que, com detalhe, seja perscrutar a imensidão de variantes que se avistam do alto de cada um de nós, mas sobretudo daquela de que é formado o nosso íntimo. É um reflexo de todos aqueles que têm medo de arriscar, de sair da sua zona de conforto. É o jogo da vida real. É sobre cair e não saber levantar, recordar o passado na busca de encontrar conforto no presente, procurar silêncio no caos.

Ficha técnica:

João Pataco, criação e interpretação.

teatro
11 janeiro a 19 janeiro 2023
qua: 21h; qui: 21h
Chapitô
Fonte: AgendaLx

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar