Noites de verão nos jardins do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta

315 views

Os dias quentes levam a programação da exposição temporária Vita Prima. Santo António em Portugal para o exterior. Aos sábados, entre dia 8 e 29 de julho, o relvado do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta é ocupado ao final do dia com concertos ao ar livre, seguidos de sessões de cinema inseridas no programa Alval’arte, programa cultural da Junta de Freguesia de Alvalade.

No âmbito da programação paralela da exposição temporária Vita Prima. Santo António em Portugal, o relvado do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta transforma-se em palco em quatro sábados de julho, a partir das 19H30. De entrada livre, os concertos serão protagonizados por artistas de diferentes estilos musicais, numa celebração da diversidade cultural lisboeta.

Numa parceria local entre o Museu de Lisboa, a Junta de Freguesia de Alvalade e o Alvalade Cineclube, a programação ao ar livre do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta começa com música ao vivo e termina com a exibição de clássicos do cinema inseridos no programa cultural da Junta de Freguesia de Alvalade, Alval’arte.

Expresso Transatlântico inaugura este programa no dia 8 de julho. A banda lisboeta que junta Gaspar Varela na guitarra portuguesa, Sebastião Varela na guitarra elétrica e Rafael Matos na bateria, promete uma sonoridade influenciada por ritmos da música popular portuguesa, brasileira e africana; uma banda sonora de uma Lisboa com vista para o mundo. A seguir ao concerto, às 21H30, o primeiro clássico do cinema em exibição neste espaço será o filme Ladrões de Bicicletas de Vittorio Di Sica.

No dia 15 de julho, a Tuna Académica da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, VenusMonti, composta por alunos vindos de todo o país, continente e ilhas, oferece um espírito verdadeiramente díspar e um cunho musical único, influenciado pelas ciganadas da europa de leste. Ao concerto segue-se a exibição de Belle de Jour de Luis Buñuel.

Banda de Música da Força Aérea sobe ao palco no dia 22 de julho, orientada pelo maestro Major António Rosado, num dia que termina com a exibição de Sombras de John Cassavettes.

O programa a céu aberto termina com o projeto Jazz no Quintal, composto pelo guitarrista Bruno Santos e pelo saxofonista Ricardo Toscano, que regressam ao jardim do Palácio com um repertório que passa por Cole Porter, George Gershwin, Jimmy Van Heusen, entre tantos outros, clássicos e menos clássicos. Por seu turno, Os Contos da Lua Vaga de Kenji Mizoguchi assinala o fim do Alval’Arte no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.

Entre os concertos, que começam às 19H30, e as sessões de cinemaàs 21H30, a Hora do Piquenique marca o intervalo com música ambiente. Nestes dias, a exposição Vita Prima. Santo António em Portugal estará aberta ao público até às 21H, com entrada livre a partir das 18H.

Esta exposição é uma viagem pela vida de Santo António enquanto jovem, passada entre Lisboa e Coimbra medievais. É também uma proposta para entender como o santo e os valores a si associados (sacros e profanos) se tornaram pilares identitários de Lisboa. A exposição está patente no Pavilhão Preto do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta até ao dia 31 de dezembro.

 

 

Fonte: egeac.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar