Moscovo X

75 views

A LeYa/ Lua de Papel publica, no próximo dia 9 de julho, Moscovo X, de David McCloskey. O ex-agente da CIA que se estreou na ficção com o fabuloso Estação Damasco, retoma o fio à meada da geopolítica internacional e regressa com um novo romance de espionagem aclamado pela crítica. McCloskey, o escritor contemporâneo mais insistentemente comparado a John le Carré e a Daniel Silva, faz a ponte entre os estilos dos dois autores e apresenta-nos, em Moscovo X, a aliança perfeita de uma espionagem retratada com o rigor de quem sabe e um suspense de cortar a respiração.

Moscovo X narra com um assustador realismo o trabalho de campo de uma agente da CIA que vive infiltrada na Rússia de Putin. Num ápice, vemo-nos imersos num sufocante jogo de gato e rato, onde tudo é filmado e gravado, onde cada perfil das redes sociais é uma cuidadosa invenção e onde espiões vivem na sombra durante décadas à espera de serem ativados.

 

Num escritório discreto em Mayfair, especializado em lavar dinheiro para oligarcas russos, Sia recebe um telefonema há muito esperado. Anna, mulher do banqueiro de Putin, quer marcar um encontro. Sia, que há anos vive sob o disfarce de uma discreta burocrata, é na verdade viciada em adrenalina. E trabalha secretamente para a CIA. Quando comunica o contacto à agência, as rodas põem-se em movimento. Entra em cena Artemis Aphrodite Procter. A antiga chefe de operações do Tajiquistão, entretanto caída em desgraça, elabora um plano maquiavélico para recrutar Anna e o seu marido. Acontece que estamos na Rússia de Putin, onde nada escapa aos serviços secretos. E quando Sia chega a Moscovo, o plano começa a ruir.

 

Moscovo X não deixou ninguém indiferente – e foram vários os autores e jornalistas premiados, ex-espiões e até ex-chefes de operação da CIA que se renderam a este thriller. Segundo Nicholas Kristof, jornalista duas vezes premiado com o Pulitzer, Moscovo X é “uma leitura tremenda que cimenta McCloskey como o melhor autor de espionagem desde le Carré.” Brad Thor, autor bestseller do New York Times, foi perentório ao afirmar: “Com uma intriga da Guerra Fria, mas um enredo atual, Moscovo X deixa-nos de boca aberta do princípio ao fim. David McCloskey é o novo John le Carré.” John Sipher, ex-chefe de operações da CIA, acrescentou: “Pessoas como nós, que fizemos carreira a dirigir operações de espiões, sempre esperámos por um novo John le Carré, Charmes McCarry ou Jason Matthews. Com Moscovo X, David McCloskey assume o seu lugar entre este grupo restrito.” Marc E. Polymeropoulos, ex-chefe de operações da CIA, ressalvou que “Moscovo X captura de forma brilhante as nuances do trabalho de campo em território hostil, as emoções e o terror que se apoderam de um qualquer agente quando entra na boca do lobo.” Clarissa Ward, Diretora internacional da rede de correspondentes da CNN, descreveu Moscovo X como “uma hipnotizante viagem às sombrias e brutais intrigas da elite russa e ao submundo da espionagem.”

 

David McCloskey foi analista da CIA e consultor da McKinsey & Company. Enquanto trabalhou na agência, escreveu regularmente memorandos sobre o Médio Oriente para o presidente Barack Obama, foi chamado a depor em comissões do Congresso e deu formação a funcionários da Casa Branca, embaixadores, militares e até à realeza árabe. Já como quadro da McKinsey, David foi consultor em questões estratégicas e operacionais em áreas relacionadas com a segurança nacional, indústria aeroespacial e transportes. Tem um mestrado da Johns Hopkins School for Advanced International Studies em Política Energética e Médio Oriente. Vive no Texas com a mulher e os três filhos.

Traduzido do inglês por Maria do Carmo Romão, Moscovo X chega às livrarias no dia 9 de julho numa edição da Lua de Papel com 528 páginas e um PVP de €19,90.

Fonte: @LeYa

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar