Mesa de Lemos acolhe o verão com sabores preparados por Diogo Rocha que se inspiram na frescura da floresta

1053 views

É em pleno coração do Dão, em Viseu, que se servem sabores portugueses elevados à mestria do chef Diogo Rocha. Na cozinha do Mesa de Lemos, o único restaurante na zona Centro do país distinguido com 1 Estrela Michelin e com 1 Estrela Verde, localizado na Quinta de Lemos, preparam-se pratos de verão, alinhados em harmonia com a natureza envolvente, apresentados em jeito de viagem pelo nosso país. A floresta em tons de verão que se avista da janela do restaurante serve de inspiração para as propostas estivais, que casam de forma melódica com os vinhos e o azeite da Quinta de Lemos.

Quase que em périplo pelo país, o menu de verão do Mesa de Lemos percorre alguns dos melhores produtos nacionais da época. Do Centro de Portugal vem a enguia, da costa o besugo, dos Açores o cherne, da Serra do Caramulo o cabrito, da Serra da Estrela o requeijão, das Beiras o pêssego e da própria Quinta de Lemos os morangos. De fora, vem apenas o bacalhau, com origem na Islândia, mas que já se transformou há muito num símbolo da nossa cozinha.

“Este menu é tão simples quanto complexo. Acima de tudo, quero que os nossos visitantes reconheçam o sabor e alta qualidade dos produtos em cada prato, que sintam o prazer de saborear o que é autêntico ao mesmo tempo que os desafio com novas texturas e combinações. É este misto de sensações que caracteriza o Mesa de Lemos, um refúgio perto da serra com sabores de mar e de outras regiões que não a nossa, mas que se enquadram perfeitamente nesta maravilhosa paisagem do Dão”, comenta o chef Diogo Rocha.

Para inspiração, o lógico deu lugar ao insólito e é no tempo quente que o chef apresenta a floresta e os seus segredos. “A floresta tem características diferentes consoante as estações do ano e não é apenas no inverno que é fascinante. Nos meses de calor, reconforta-nos sobretudo com a fresquidão da sombra e a paz, longe do rebuliço da cidade. Também este menu é fresco e transporta-nos para uma zona de conforto que a vida simples do campo nos pode proporcionar. Nós estamos em Silgueiros, rodeados por vinhas, oliveiras, floresta e montanha, com uma riqueza imensa de património ambiental, que nos inspira todos os dias. E é justamente essa a experiência completa que queremos que os clientes levem daqui, com uma visão desperta para outras paisagens e recantos do nosso país”, refere o chef.

Aqui, tudo é pensado ao pormenor. A par da criação do menu, Diogo Rocha concebeu a loiça, dedicada também ela à floresta, concretizada pela artista Geraldine de Lemos, filha do mentor da Quinta de Lemos e do restaurante, Celso de Lemos. A ideia permite fechar à mesa um ciclo que se forma na própria Quinta, com a horta, o vinho e o azeite, tudo de produção própria e sustentável; os tecidos das toalhas e dos guardanapos provenientes da marca têxtil de excelência da família, a Abyss & Habidecor; e, por fim, a loiça que sai do atelier Geraldine, que se avista do próprio restaurante.

Além de garantir uma qualidade de excelência, este envolvimento de todas as valências do Grupo Celso de Lemos permite levar a cabo uma das principais preocupações do grupo, a sustentabilidade ambiental. Uma premissa que levou o Mesa de Lemos a conquistar recentemente e Estrela Verde Michelin. “Os nossos produtos são de origem controlada e da época. Garantimos sempre que os nossos fornecedores sejam de confiança e que nos forneçam o que de melhor produzem, recebendo em troca o valor justo pelo seu trabalho. Isto também é sustentabilidade. Além disso, temos a máxima preocupação em respeitar a pegada ecológica e, por isso, servimos apenas o azeite e o vinho da Quinta, por exemplo. Isto garante-nos também a certificação de qualidade que exigimos. E, tendo a sorte de termos uma artista excelente entre nós, facilmente se conjugam ideias que se transformam em peças exclusivas para o restaurante, transportadas do Atelier até ao Mesa de Lemos atravessando apenas a propriedade”, explica Diogo Rocha, acrescentando: “A experiência do nosso Menu de Degustação começa com a loiça apresentada na mesa e termina com o nosso digestivo Quinta de Lemos produzido exclusivamente para o restaurante”.

Para esta época, o Chef Diogo Rocha vai manter o mesmo conceito da oferta de dois menus, bem como o menu infantil:

Menu do Chef

8 momentos

Preço: 145€, com suplemento de vinhos Quinta de Lemos por 55€

Menu de Lemos

6 momentos

Preço: 115€, com suplemento de vinhos Quinta de Lemos por 35€

Menu Criança

Preço: 45€

Informações gerais:

Mesa de Lemos

Morada: Passos de Silgueiros, 3500-541 Silgueiros, Viseu

Horários:
Quarta-feira e quinta-feira, das 20h00 às 00h00

Sexta-feira e Sábado, das 12h00 às 15h00 e das 20h00 às 00h00

Domingo, das 12h00 às 15h00

Reservas: online reservas@mesadelemos.com | 961 158 503

Website

Facebook

Instagram

Fonte: Chefsagency

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar