Mercado P’la Arte leva obras de duas dezenas de artistas ao Festival Iminente

59 views

De 22 a 25 de setembro, o Mercado P’la Arte vai mudar-se para a Matinha, em Marvila, integrando pela primeira vez a programação do Iminente, o festival de arte e música urbana mais popular do País. Nesta edição especial, o Mercado P’la Arte vai expor obras de duas dezenas de artistas, que assim vão poder dar a conhecer e comercializar o seu trabalho nos terrenos da Matinha, pertencentes à VIC Properties.

Esta é a primeira vez que o Mercado P’la Arte, fruto de uma parceria entre a plataforma P’la Arte e a VIC Properties, vai decorrer fora do Prata Riverside Village. “Este é um marco para um evento que se realiza no primeiro sábado de cada mês e que se tem vindo a afirmar no panorama cultural nacional”, afirma Susana Prudêncio, da Plataforma P’la Arte.

“O Mercado P´la Arte acontece já há um ano e meio e esta é a primeira vez que vamos sair fora de portas. A participação no Festival Iminente é uma oportunidade incrível para os artistas que desde maio de 2021 têm a possibilidade de mensalmente expor e comercializar as suas obras de forma informal no parque de estacionamento do Prata Riverside Village, conversando diretamente com o público, apresentando os seus processos criativos. Esperamos que agora todos nos possam visitar no Festival Iminente”, convida a responsável.

Após o encerramento do Iminente, e no primeiro sábado de outubro, o Mercado P’la Arte regressa ao parque de estacionamento do Prata Riverside Village, numa edição dedicada à moda.

A presença do Mercado P’la Arte no Festival Iminente é a mais recente iniciativa do protocolo assinado em junho de 2020 entre a VIC Properties e a Plataforma P’la Arte. A primeira ação no âmbito deste acordo foi a cedência, em plena pandemia, de dois espaços comerciais do Prata Riverside Village, onde artistas que ficaram sem espaço de trabalho puderam instalar os seus ateliês. Já em maio de 2021 nasceu o Mercado P’la Arte. Pelo meio, o Prata Riverside Village recebeu exposições, como a F+S+T=X, que mostrou obras de Fernão Cruz, Sara Mealha e Thomas Langley.

“A VIC Properties acredita verdadeiramente que é sua missão apoiar projetos culturais que ajudem a dinamizar as comunidades onde estamos presentes. Em Marvila, são já vários os exemplos das iniciativas que promovemos ou nos associamos”, afirma Luís Gamboa, COO da VIC Properties. “Só este ano, por exemplo, recebemos a exposição ‘Brilha Rio’, que reúne letreiros comerciais do século XX, fomos parceiros do projeto Lisbon Week, que durante um mês deu a conhecer a história e o futuro de Marvila, recebemos a primeira edição do Festival SPEM [Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla], e o evento Over & Out, uma exposição da universidade Lusófona onde os alunos tiveram a oportunidade de expor os seus trabalhos, com o objetivo de promover a criatividade e o sentimento artístico. E, seguramente, não vamos parar por aqui”, sublinha o responsável da VIC Properties, assegurando que “várias outras iniciativas estão a ser preparadas para os próximos meses”.

 

Créditos: Cunha Vaz & Associados (Press)

 

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar