Memórias da Casa Antiga

2067 views

Praias históricas e casas de veraneio.

Por meados do século XIX desperta em Portugal o interesse pelo terapêutico oceano Atlântico. Ao longo da costa ocidental, pequenas comunidades piscatórias receberão os novos “banhistas” que se deslocam das cidades ou do interior do País em busca dos banhos de mar, em contraponto aos “aristas”, que se deslocam às serras ou rios para tomarem os ares do campo. Será nos arredores das principais cidades como Porto, Lisboa e Coimbra onde se irão localizar estas históricas praias, acessíveis por estrada e pelos novos caminhos-de-ferro, mais próximas do que o destino longínquo do Algarve hoje tão procurado, antes mais inacessível e tendo até sido terra de degredo para muitos condenados.

A Norte, região tradicionalmente mais populosa, localiza-se um conjunto de praias de veraneio que irá acolher gentes do Minho, de Trás-os-Montes e do Douro. À Póvoa de Varzim e a Vila do Conde iriam a banhos os minhotos das redondezas, facilitados pela proximidade geográfica da foz do rio Ave. Em Leça e Matosinhos veraneavam os moradores do Porto e arredores cujo bolso não permitia a estadia na próxima e mais selecta Foz do Douro, local preferido das famílias mais abastadas da cidade ou das quintas de vinho que se estendiam rio acima, bem como de visitantes diários sem pernoita que fariam do seu banho de mar o passeio de um dia. A poucos quilómetros da margem Sul do rio Douro, a Granja e Espinho dualizavam entre a alta sociedade da primeira, e a maior diversidade social da segunda. Deste conjunto de praias nortenhas, seria na Granja onde se concentrava a alta sociedade, num ambiente de elite resultante de um projecto de investimento privado de finais de oitocentos para a criação de uma colónia balnear de luxo, onde se encontrava anualmente um restrito grupo social – quase familiar – do Porto e de Lisboa para ida a banhos, e no qual se incluiria a visita ocasional da Família Real.

Por: Ana Motta Veiga

Ler na íntegra aqui

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar