«Mariana»

504 views

Chega amanhã às livrarias a tão aguardada nova edição do aclamado romance de Katherine Vaz que recria o drama de Mariana Alcoforado.

Baseando-se numa das mais famosas histórias de amor de todos os tempos, a que se inscreve nas Cartas de uma freira portuguesa, publicadas anonimamente em 1669, o romance de Katherine Vaz recria o drama de Mariana Alcoforado e o país em que viveu. Escolhido pela Biblioteca do Congresso como um dos 30 melhores Livros Internacionais, Mariana foi traduzido para seis idiomas.

A LeYa/ ASA publica esta terça-feira, dia 12 de março, a tão aguardada nova edição do romance Mariana, de Katherine Vaz. Baseando-se numa das mais famosas histórias de amor de todos os tempos, a que se inscreve nas Cartas de uma freira portuguesa, publicadas anonimamente em 1669, o aclamado romance de Katherine Vaz recria admiravelmente o drama de Mariana Alcoforado e o país em que viveu. Mariana foi escolhido pela Biblioteca do Congresso como um dos 30 melhores Livros Internacionais, tendo sido traduzido para seis idiomas.

No Portugal do século XVII, Mariana Alcoforado tem apenas onze anos quando é obrigada pelo pai a entrar para um convento. A decisão tem como fim protegê-la do brutal conflito provocado pela guerra com Espanha, e Mariana submete-se, ansiando pelo dia em que regressará ao seio da família e à liberdade.

Até que um regimento francês chega à cidade: o belo rosto de um oficial a cavalo, uma fortuita troca de olhares e, por fim, o encontro. Mariana, já quase com vinte anos, deixa-se dominar por uma paixão cega e arrebatada. O Capitão Bouton visita-a secretamente na sua cela e dá-lhe a conhecer o amor físico, proporcionando-lhe o primeiro grande êxtase da sua vida. Mas a notícia dessa relação rapidamente se difunde e causa escândalo. Bouton é enviado para França. Destruída, Mariana escreve-lhe belas e apaixonadas cartas, que não terão resposta.

Nas palavras de Katherine Vaz, «Mariana habita todos aqueles que acham que qualquer pensamento ou ação deve estar impregnado de transcendência – um amor para lá do próprio amor.» Segundo Stendhal «É necessário amar como a freira portuguesa, com aquela alma ardente cuja paixão nos deixou nas suas cartas.» Para o Times Literary SupplementMariana é «uma evocação vibrante da vida no Portugal do século XVII».

Katherine Vaz, filha de pai açoriano e mãe irlandesa, é uma autora premiada, detentora de bolsas da Universidade de Harvard, do Radcliffe Institute for Advanced Study e do National Endowment for the Arts, bem como da Harman Fellowship. É uma voz ativa na divulgação da cultura lusa por todo o mundo. Atualmente, a escritora vive em Nova Iorque com o marido, Christopher Cerf.

Com tradução de José Luís Luna, Mariana chega às livrarias no dia 12 de março numa edição da ASA com 352 páginas e um PVP de €18,90. O livro está disponível em pré-venda online.

 

Font: LeYa

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar