JUST LIKE THEY TOLD ME SERENITY SHOULD BE

108 views

O terceiro single dos Melting Dream, SERENITY, do LP de estreia CAN YOU SEE ME? foi lançado no passado dia 22 de setembro em todas as plataformas de streaming.

Soundcloud: https://soundcloud.com/user-928997554/serenity

Spotify: https://open.spotify.com/artist/7uETADMGqTzXYbbt6c3euz

Serenity

Serenity é uma balada de Dream Pop inspirada em contos de fadas, mitologia e na peça Sonho de Uma Noite de Verão. O tema reflete sobre a intensa relação entre um artista e as suas musas e sobre quão intensa e voraz a criatividade pode tornar-se, transformando-se numa papoila intensamente vermelha que flameja contra a terra negra e exige que os nossos olhos nela pousem, e que pousem nela apenas. Alcançar a verdadeira essência de uma ideia nunca é tarefa fácil. A musa é evasiva, raramente se deixa ver. Existe então o medo paralisante de jamais ser-se capaz de alcançar a sua verdadeira forma, e existe o medo de que o resultado seja terrível; de que o público o deteste. A verdadeira paz parece, então, ser alcançável apenas quando o artista abandona a ideia por inteiro. “Mato a semente e puxo os caules de debaixo dos
meus pés, antes que comecem a exigir algo de mim.”

A canção reflete a jornada criativa quando esta se torna esmagadora: primeiro repleta de sonho, depois bela, gloriosa; depois desconcertante, repleta de ansiedade; em seguida impotente; finalmente, abandonada. A melodia e o arranjo, com a sua esvoaçante e encantadora flauta ney, o violino alegre, os pratos ride urgentes, a guitarra cintilante e celestial, lembra-nos, ora contos de fadas, a beleza das criaturas Fae a vaguear pela floresta em noites de verão; ora desespero: os seu truques e travessuras caíram sobre nós. A voz navega por estas florestas; os puxões gravitacionais do rio e as vocalizações das criaturas, oferecendo ora abundância, ora terror, sentidos em cada inflexão.

A questão que este tema coloca é a seguinte: Será que uma mente que vivencia um fluxo criativo intenso pode alguma vez sentir o calor envolvente da verdadeira serenidade?

Melting Dreams
Melting Dreams é um duo independente de Dark Dream Pop formado por Inês Rebelo (Voz, Produção Vocal e Edição) e Asaf Rahamim (Composição e Produção), que se juntou a Artur Lenivenko (Piano e Sintetizadores) e convidou músicos de todo o mundo para gravar o seu álbum de estreia, Can You See Me?, com lançamento previsto para o final de 2022. A sua estética e estilo são inspirados em cinema noir, filmes de animação, e atos como Kate Bush, Florence and the Machine, Lana Del Rey, Chelsea Wolfe e Patrick Watson.

Créditos
Composição, Produção; Backing Vocals – Asaf Rahamim
Voz, Arranjo Vocal; Edição; Sampling de Prato Ride – Inês Rebelo
Piano e Sintetizadores, Arranjo de Sintetizadores – Artur Lenivenko
Guitarra e Baixo (Arranjo e Performance) – Sami Turunen
Cordas (Arranjo e Performance) – Lucia La Rezza
Ney (Arranjo e Performance) – Ido Romano
Bateria (Arranjo e Performance) – Emiliano Di Fiori
Prato Ride (Performance) – Timo Brülls
Mistura e Masterização – Xavier ‘Hill’ Collado
Artwork – Kupu Senja
Um agradecimento em especial a Yifat Uziel pela ajuda e inspiração com a composição e o arranjo.

Redes Sociais
Instagram: https://www.instagram.com/meltingdreamsmusic/
Facebook: https://www.facebook.com/meltingdreamsmusic
Tiktok: https://www.tiktok.com/@meltingdreamsmusic

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar