JARDINS EFÉMEROS (JE)

338 views

Ou somos exactos ou estamos vivos

A INCERTEZA é o tema da X Edição dos Jardins Efémeros com o editorial poético de Patrícia Portela

HAIS NOIT | HEATHER LEIGH | AGF | MIEKO SUZUKI | SAM GENDEL – Farão apresentações únicas em Portugal.

Sob o tema A INCERTEZA, os Jardins Efémeros regressam ao centro histórico de Viseu, com entrada livre, entre os dias 08 a 16 de Julho

Este ano os Jardins Efémeros movimentam-se na incerteza como tema. E a primeira artista a anunciar nesta X edição dos Jardins é a escritora Patrícia Portela, convidada para escrever o manifesto/editorial que é ele mesmo uma reflexão artística sobre a incerteza, o mote que vai percorrer as várias dimensões da programação do Festival. Como acontecerá nas apresentações dos cinco primeiros artistas internacionais para a área de som que anunciamos hoje. No texto poético da Patrícia Portela fala-se de fascínio, instantes e encontros, obstáculos ultrapassados, destino e paixões. Nós dizemos presentes. Até porque, «ou somos exactos ou estamos vivos».

 

É na área do som que temos o prazer de anunciar os primeiros nomes do cartaz da nova edição: a artista sonora e compositora MIEKO SUZUKI (JP \ DE) traz performances muito pouco convencionais transformando qualquer espaço num playground para aventuras sonoras; SAM GENDEL (US) produtor e músico com uma habilidade genial para praticamente qualquer instrumento; a e-poeta AGF (DE), de nome Antye Greie, que nos dá a conhecer as suas produções de poemas online e as esculturas de áudio. Contamos ainda com HATIS NOIT (JP), artista vocal japonesa que se inspira no Gagaku e estilos operísticos, cânticos búlgaros e gregorianos, de vanguarda e pop, que está de regresso aos palcos para nos apresentar o novo álbum “Aura” e, por fim, a musicista e compositora HEATHER LEIGH (US/UK), conhecida pelas suas cativantes performances ao vivo onde promove os vastos alcances inexplorados da guitarra e voz.

 O Centro Histórico de Viseu será novamente transformado num espaço de encontro pela mão de artistas locais, nacionais e internacionais. Realçamos a forte componente multidisciplinar  Artes Visuais, Arquitectura, Cinema, Som, Dança, Teatro, Pólis, Mercados e Oficinas, alicerçados numa cuidada direcção artística que se traduz num programa de carácter urbano, contemporâneo e experimental.

Todos os artistas mencionados farão uma apresentação única, na Península Ibérica, no âmbito dos Jardins Efémeros, Sam Gendel, Mieko Suzuki e Heather Leigh terão a sua primeira apresentação a solo, em Portugal. A expectativa da organização com a programação destes nomes é atrair visitantes portugueses (e não só!) ao centro do país. Com os Jardins Efémeros, Viseu volta a fazer parte do circuito internacional da música contemporânea.

Acreditamos na descentralização por via da experimentação e da arte. Não só as cidades do litoral, também as cidades do interior do país podem ser centros de criação e de apresentação de programas artísticos exploratórios, com grande adesão de públicos. Este tem sido o nosso contributo.  interesse, igualmente acessíveis ao clicar nas imagens

Reiteramos que nos JE todas as actividades são livres e de acesso gratuito, e que após o términus do prazo das 3 chamadas de artistas que estão a decorrer, concluímos o programa, fazendo uma conferência de imprensa, física e virtual para todos os meios de divulgação que pretenderem conhecer de perto todo o programa. 

 

Direção artística | Sandra Oliveira | sandra.silvaeoliveira@gmail.com | +351 961 768 145

Imprensa e Comunicação | Héloïse Rego | heloiserego.jardinsefemeros@gmail.com | +351 967 176 980

Serviço Educativo | Ana Sampaio | anasampaio.jardinsefemeros@gmail.com

Produção executiva som e artes visuais | Ricardo Correia | ricardocorreia.jardinsefemeros@gmail.com

Fonte: JARDINS EFÉMEROS

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar