Hernâni Um Senhor da Noite

1260 views

“Nos meus bares qualquer mulher pode vir sozinha”

Falar da noite de Lisboa, em particular da que circula pelo Bairro Alto e arredores, passa por falar com a cara de bares com tanta história como o Lábios de Vinho, Café Concerto, Noites Longas, Targus, Indústria, Lx Factory, Naperon ou, na actualidade, o Tabernáculo, onde nos sentámos para uma conversa entre copos.

Queres apresentar-te?

Chamo-me Hernâni Miguel. Estou em Portugal desde de 1965 e sempre vivi na Baixa desde que cheguei a Lisboa. A seguir ao 25 de Abril, comecei a pôr música em festas de liceu ou de amigos meus. Faço a minha entrada no Bairro Alto através da Escola Comercial D. Maria onde estudava à noite, para fazer uma festa gigante num bar. A festa foi tão brilhante que o dono do bar pediu-me para eu ser RP dele, foi aí que conheci o meu grande e saudoso amigo Zé da Guiné. O bar chamava-se na altura Rockhouse, mais tarde Jukebox, e foi um bar de afirmação em Portugal, um grande bar mesmo. Foi o primeiro bar de moda, só depois aparece o Frágil e outro bar também fantástico que era o Artis. Depois começam a aparecer uma série de bares, tudo no Bairro Alto.

Ler na íntegra aqui

Ads

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar