Germinar Loureiro e Granit 2020: As novas fronteiras do Soalheiro

5458 views

Foi pioneiro na criação do vinho Alvarinho em Melgaço e continua a explorar novos territórios. Do vale para a montanha e agora em estreia mais perto do mar, o Soalheiro afirma a sua tradição de inovação e lança o seu primeiro Loureiro de influência atlântica no vale do rio Minho.

Integrada no vale da sub-região de Monção e Melgaço, a Quinta de Soalheiro dedica-se há mais de 40 anos à produção de vinhos Alvarinho, sempre com o intuito de promover e valorizar a expressão singular da casta no território que lhe dá origem.

Essa missão incessante faz-se também pela forma como, através da inovação, busca explorar a versatilidade da casta e o potencial da região na produção de brancos de elevada qualidade, e, com isso, alargar horizontes. E é desses novos horizontes que nascem os vinhos agora apresentados ao mercado.

Soalheiro Granit 2020, não sendo um novo lançamento, já que segue um percurso consistente de cinco anos, resulta da aposta do Soalheiro na produção de Alvarinho de montanha, e que tem na Branda da Aveleira, vinha plantada mais de 1.100 metros acima do nível do mar, o cume da sua ambição. O objetivo é testar a elasticidade e resiliência da casta Alvarinho em altitude, antecipando a evolução das alterações climáticas e do impacto real nas vinhas e na produção de vinho.

No copo, o Granit 2020 revela o perfil mais mineral da casta Alvarinho, influenciado pela altitude, acima dos 300 metros, e pelos solos rochosos de origem granítica, dos quais herda o nome. À primazia da natureza une-se o primor da enologia, que através do recurso à bâtonnage e estágio em borras finas garante elegância e um final seco e persistente.

Desta visão sem fronteiras nasce também o Soalheiro Germinar Loureiro 2020, que representa um novo começo no percurso de inovação do Soalheiro. Primeiro, porque é feito à base de uma casta que até então era apenas conjugada em blend com Alvarinho. E porque, por outro lado, materializa a atitude exploratória do produtor, que o conduziu além do Monte do Faro, montanha que delimita e protege o vale da sub-região de Monção e Melgaço dos ventos marítimos.

Dois territórios de vinho, o do Alvarinho e o do Loureiro, divididos por uma montanha que permite (ao Loureiro) e fecha (ao Alvarinho) a influência atlântica. A vinha escolhida tem mais de 30 anos e está localizada numa pequena parcela que produz uvas de Loureiro em pouca quantidade, mas com um aroma floral muito particular, acidez vincada e uma concentração de sabores minerais distinta do habitual que o tornam muito gastronómico, sobretudo quando conjugado com peixe e marisco, mas também com a cozinha asiática e ceviches.

Luís Cerdeira, enólogo do Soalheiro, explica a aposta. “Já conhecemos a casta Loureiro deste 2007 e até à data tem sido utilizada no lote com o Alvarinho num dos vinhos mais acarinhados – o Soalheiro ALLO. Com este novo vinho de Vinhas Velhas, além de querer inovar e sair da nossa zona de conforto que é o Alvarinho, queremos valorizar um novo território para o Loureiro que, apesar de estar desde sempre ligado a esta casta através de um dos mais bem-sucedidos projetos de emparcelamento em Portugal, não tem sido associado à sua divulgação e afirmação a nível nacional e internacional.”

De salientar que este novo monocasta nasce como uma evolução do projeto social Germinar, promovido pelo Soalheiro em parceria com um viticultor de profissão e assistente social de formação, que aplica todos os seus conhecimentos na integração de pessoas com dificuldades no trabalho na vinha, de forma a promover a sua autoestima e o seu desenvolvimento cognitivo e profissional.

A mineralidade trazida pela montanha e pelos ares atlânticos tem um denominador comum, a elegância que sempre caracterizou os vinhos da primeira marca de Alvarinho de Melgaço. Iniciam-se novos ciclos no Soalheiro, em que a sabedoria do tempo e do lugar abre caminho à experimentação e à inovação e alarga horizontes ao potencial de diversificação e crescimento sustentável da região.

 

 

Fonte:silver-lining.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar