Filmin homenageia Paula Rego e artistas nacionais no âmbito do Dia de Portugal

377 views

A Filmin faz homenagem à pintora Paula Rego com destaque ao seu filme Paula Rego – Histórias & Segredos, do seu filho, Nick Willing e celebra o Dia de Portugal com os artistas portugueses que marcaram a arte nacional e internacional com
“A arte em Portugal – Panorama cultural e sentimental”. 

Paula Rego – Histórias & Segredos revela Paula Rego pela primeira vez neste filme, a través do seu filho, o cineasta Nick Willing, com histórias e segredos da sua vida excepcional.

Conhecida por ser muito ciosa da sua privacidade, Paula Rego revela-se pela primeira vez neste filme, surpreendendo o seu filho, o cineasta Nick Willing, com histórias e segredos da sua vida excepcional, uma vida de luta contra o fascismo, um mundo da arte misógino e a depressão.  Nascida em Portugal, um país sobre o qual o pai lhe disse que não era bom para as mulheres, Rego usou as suas imagens poderosas como uma arma contra a ditadura antes de se estabelecer em Londres, onde continuou a abordar questões sobre a situação da mulher como o direito ao aborto. Mas, acima de tudo, as suas pinturas são um vislumbre críptico sobre um mundo íntimo de tragédia pessoal, fantasias perversas e verdades constrangedoras.  Nick Willing combina um grande arquivo de filmes caseiros e fotografias de família com entrevistas que percorrem 60 anos de vida e imagens de Rego a trabalhar no seu estúdio. E o resultado é um poderoso retrato pessoal da vida e obra de uma artista cujo legado vai sobreviver ao tempo, ilustrado visualmente em pastel, carvão e tinta a óleo.

Nos destaques “A arte em Portugal – Panorama cultural e sentimental” realçamos filmes sobre pintores, escritores, cineastas, músicos, artistas plásticos que marcaram o mundo com as suas expressões artísticas.

Filmes em destaque: 

  • Sophia, na Primeira Pessoa (Manuel Mozos) – Uma homenagem à vida e obra da poetisa, recorrendo ao espólio pessoal da autora, sobre as paixões e decepções de uma vida e obra dedicadas à busca pelo real, liberdade e justiça.
  • Joana Vasconcelos, Coração Independente (Joana Cunha Ferreira) – Retrato de Joana Vasconcelos, da sua força, vontade e dedicação ao trabalho. Uma das mais reconhecidas e mediáticas artistas portuguesa da sua geração
  • Cinema Português? – Diálogos com João Bénard da Costa (Manuel Mozos) – Este filme pretende ser uma abordagem ao Cinema Português nos seus cem anos de existência, abrindo, espera-se, vias para a sua divulgação e fazendo luz para o seu conhecimento.
  • Autografia (Miguel Gonçalves Mendes) – Um documentário que retrata a a vida, o percurso e a individualidade de Mário Cesariny para além do pintor e poeta. O poema “Autografia” serve de mote e fio condutor. 
  • 6=0 Homeoestética (Bruno de Almeida) – Documentário sobre o improvável e lendário coletivo artístico dos anos 80.
  • Cruzeiro Seixas – As Cartas do Rei Artur (Cláudia Rita Oliveira) – Cruzeiro Seixas sempre se comparou obsessivamente com Mário Cesariny. Por isso não viveu, mas deixou documentos desse não viver: 95 anos de pintura e poesia à espera…
  • Pedro Calapez – Trabalhos do Olhar (Luís Miguel Correia) – Pedro Calapez é um dos artistas portugueses com maior destaque internacional. A sua obra, plasticamente poderosa, tem-se desenvolvido de forma consistente desde os anos 70.
  • Sofia Areal: Um Gabinete Anti-Dor (Jorge Silva Melo) – Um documentário que acompanha a artista Sofia Areal, entre encontros e trabalho e o seu infinito optimismo.
  • Julião Sarmento (Joaquim Sapinho) – Um documentário sobre o pintor, os seus quadros, as suas memórias, o seu discurso, do qual o cinema é uma constante.

Entre outros. A colecção completa pode ser vista em filmin.pt.

Fonte: Filmin

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar