Exposição e residência artística dão a conhecer obra de Agostinho Santos na Sertã

339 views

O mundo artístico do conceituado jornalista, pintor e curador Agostinho Santos vai dar-se a conhecer na Sertã, através de uma exposição e de uma residência artística, durante os meses de outubro e novembro. A primeira data a fixar na agenda é o dia 7 de outubro, pelas 17h, quando decorre a inauguração da exposição «Quase Eterno» no átrio da Casa de Espetáculos e da Cultura. A exposição decorre simultaneamente em vários locais da vila da Sertã, como a Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, Capela do Convento da Sertã Hotel, Paços do Concelho e Salão Nobre do Clube da Sertã, que serão alvo de visita durante a inauguração.

Esta é a primeira exposição exclusiva de ‘livros de artista’ originais de Agostinho Santos e é definida pelo próprio “como um autêntico exercício à imaginação e criatividade”. A mostra é constituída por cerca de 200 ‘livros de artista’ (exemplares originais e únicos) concebidos ao longo de uma carreira de quase 40 anos. Dos mais antigos aos mais recentes, Agostinho Santos socorre-se de diversos materiais e técnicas para construir estes livros, designadamente madeira, cartão, papel, acrílico, tinta da china, aguarela ou esferográfica.

A exposição, com entrada livre, estará patente ao público nestes cinco locais até ao dia 30 de novembro. Refira-se que para o dia 13 de outubro, pelas 18h30, está agendado o lançamento do livro alusivo à exposição no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Agostinho Santos protagonizará ainda uma residência artística na Sertã, mais precisamente no antigo quartel dos Bombeiros Voluntários da Sertã, junto à capela de Santo Amaro, entre os
dias 8 e 13 de outubro. Neste local, o artista instalará o seu atelier para trabalhar na criação de várias obras, que serão futuramente expostas no concelho da Sertã.

“Trata-se de um momento único para o concelho da Sertã. Estamos perante uma das principais referências do mundo da arte portuguesa, nas suas mais diferentes variáveis. Agostinho Santos é um nome muito conceituado e respeitado e a exposição que agora nos apresenta é absolutamente imperdível”, sublinhou Carlos Miranda, presidente da Câmara Municipal da Sertã. O autarca chama ainda a atenção para “a importância de a Sertã começar a surgir associada aos circuitos de arte e cultura, não apenas por ter sido berço de alguns artistas notáveis, mas também enquanto ponto de visitação, não apenas de exposições, mas também de residências artísticas”.

 

Nascido em Vila Nova de Gaia, no ano de 1960, Agostinho Santos é jornalista, pintor e curador independente, tendo-se notabilizado enquanto diretor da Bienal Internacional de Arte Gaia e como presidente do Conselho de Administração de Artistas de Gaia – Cooperativa Cultural.

Realizou mais de 100 exposições individuais de pintura, desenho, escultura e objetos em Portugal, Espanha, Brasil e Índia e participou em mais de 500 mostras de grupo e coletivas, no país e no estrangeiro. Está representado em inúmeras coleções particulares e oficiais, como a Fundação de Serralves / Museu de Arte Contemporânea do Porto; Museu da Bienal de Vila Nova de Cerveira; Museu Municipal de Santa Maria da Feira; Museu de Arte Contemporânea de Olinda, no Brasil, e Hotel Riu Karamboa, em Cabo Verde, entre outros.

Foi autor da Vaca Pessoana, selecionada para a CowParade Lisboa, em 2006, e do cartaz do 2.º Congresso Feminista, realizado na Fundação Calouste Gulbenkian, no ano de 2008. É ainda autor de vários livros de jornalismo, poesia e pintura, tendo recebido também inúmeros prémios ao longo da sua carreira.

 

Fonte: Gabinete de Comunicação da Câmara Municipal da Sertã

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar