Drawing Room Lisboa “presencial” aprovada por galeristas e público

96 views

Ao todo mais de 3300 visitantes passaram pela Feira de Arte, a única em Lisboa a decorrer em formato híbrido. Edição online, que tem a participação de 150 artistas, decorre até 30 outubro 

A edição presencial da Drawing Room Lisboa 2020 –  única Feira a ser realizada em formato híbrido em Lisboa desde o início da pandemia – chegou ao fim da sua 3ª edição com uma satisfação geral dos galeristas presentes. A par do respeito às regras de segurança, as vendas, que excederam as expectativas, também são motivo de celebração. As vendas online continuam a acontecer na Plataforma online DRAWINGROOM.STORE, até ao dia 30 de outubro. 

Ao longo dos cinco dias de Feira, a Drawing Room foi visitada por mais de 3300 visitantes. Ao todo, 20 galerias, dois sitespecific projects, uma mostra de 12 artistas sem galeria em Portugal e cinco editoras participaram na Drawing Room presencial, que também contou com a presença de outras 18 galerias internacionais exclusivamente online. Pela primeira vez, a feira contou ainda com um Bar no terraço da Sociedade Nacional de Belas Artes.

O público era restrito a 55 pessoas por sessão, de 40m cada, tendo sido as marcações feitas através da ticketline. Por causa das restrições do Covid 19 a edição deste ano recebeu menos gente que a do ano passado, que registou a presença de cerca de 6000 mil visitantes. 

Da parte das galerias o balanço é altamente positivo, tendo sido apontados como principais fatores a intenção e o incentivo de reavivar constantemente o mercado, a ousadia de avançar com uma edição presencial em tempos de Pandemia, a sua dimensão humana e a harmonia e segurança da feira no seu todo. Também as novas galerias se mostraram muito satisfeitas com a aposta na Feira destacando a qualidade da organização, o cumprimento das regras de segurança e o constante acompanhamento como fatores a realçar.

Ainda não é possível fazer um balanço total das vendas, já que estas podem ser feitas virtualmente na Plataforma DRAWINGROO.STORE – quer de galerias nacionais, quer internacionais -, até ao dia 30 deste mês.  

A Drawing Room foi visitada por reconhecidos especialistas nacionais em desenho e arte contemporânea, entre os quais Maria da Graça Carmona e Costa, da Fundação Carmona e Costa, Joao Silvério, da Fundação PLMJ, Beatrice Leanza e Margarida Almeida Chantre do Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia, Filipa Oliveira, da Casa da Cerca de Almada, Bruno Marchand da Culturgest e Emília Ferreira do Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado.

 

A Feira atraiu ainda à cidade um grupo de colecionadores espanhóis que aproveitaram para visitar a Exposição ‘O Elogio da Melancolia’, no Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado. Foram recebidos e acompanhados pelo artista António Faria e pela curadora da exposição e Diretora do Museu, Dra. Emília Ferreira. 

Entre as novidades deste ano, de destacar a mostra coletiva de artistas sem galeria em Portugal, com o apoio da Fundação EDP e com curadoria de Natxo Checa, uma iniciativa que segundo o Diretor da Galeria Zé dos Bois, “tem um balanço bastante positivo. Para além de uma boa organização, em particular nestes tempos de Covid, teve uma audiência especializada e generalizada, mostrando-se bastante importante para dar a conhecer a obra de artistas sem galeria que de outra forma não teriam a oportunidade de o fazer”.  

Das atividades paralelas destaca-se a visita de alguns colecionadores ao Atelier de Nuno Sousa Vieira, representado na DR Lisboa pela Galeria 3+1 Arte Contemporânea, e de Rita Gaspar Vieira, por sua vez representada na Feira pela Galeria Belo-Galsterer. Foi ainda realizada uma  visita à Fundação Carmona e Costa, guiada por Sérgio Fazenda Rodrigues, comissário da exposição ‘Linha da Frente’ e pelo artista Nuno Sousa Vieira, representado na Drawing Room Lisboa pela Galeria 3+1 Arte Contemporânea. No âmbito do Ciclo de Exposições e Conversas “O Desenho como Pensamento”, com direção artística de Alexandre Baptista, foi feita, com orientação de Alexandre Baptista, uma visita guiada online às exposições do Ciclo. Ainda no site da Drawing Room foi possível assistir à conversa entre Filipa Valladares, da STET e José Manuel dos Santos, Diretor Cultural da Fundação EDP.

 

Prémios

À semelhança das edições anteriores, diversas fundações nacionais, instituições e empresas partilharam o apoio e o reconhecimento da criação artística na feira através da entrega de prémios de aquisição e residências artísticas. A Fundação Millennium bcp distinguiu vários intervenientes na Feira com três Prémios: o 2º Prémio Aquisição Fundação Millennium bcp – Talento Emergente, entregue à artista Rita Ferreira (Óbidos, 1991) da Galeria 3+1, no valor de 1500€; o 1º Prémio Projeto Artístico Destacado, entregue a Pedro Calapez (Lisboa, 1953) da Galeria Belo-Galsterer, no valor de 1500€ e 1º Prémio Projeto Curatorial Galeria, no valor de 1000€, que distingue uma proposta de presença curada de uma galeria participante na Feira, considerando o seu trabalho e privilegiando a importância de apoiar este micro-cosmos de galerias, entregue à Galeria Bruno Múrias.

Já a iniciativa Destaque Jovem Finalista 2020, projeto apoiado pela Fundação PLMJ e pela CML, que envolveu 30 finalistas de desenho, resultou na exposição dos trabalhos dos alunos em Mupis na Cidade de Lisboa, com destaque ainda para uma obra de Catarina Cristo e Madalena Caiado, que serão expostas na sede da PLMJ durante o mês de outubro.

A artista portuguesa, Ana Romãozinho, da Módulo – Centro Difusor de Arte, recebeu o terceiro Prémio Novo Talento Desenho – Drawing Room Lisboa & Viarco, uma parceria com a Fábrica Portuguesa de Lápis, Viarco. 

 

Drawing Room

Empenhada em promover o desenho e os artistas, a Drawing Room é uma feira multicanal pioneira na valorização e comercialização do desenho realizada em Madrid, Lisboa e brevemente em Buenos Aires. Coleccionadores, profissionais e amantes da arte são convidados a conhecer e descobrir o panorama artístico contemporâneo – incluindo uma nova geração de artistas que se apropriou do desenho como meio privilegiado e que encontra a inegável devoção pelo desenho dos grandes mestres.

 

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar