Drawing Room Lisboa com Foco em Santiago de Compostela

96 views

5ª edição da feira de arte dedicada ao desenho contemporâneo realiza-se de 26 a 30 de outubro na Sociedade Nacional de Belas Artes

  • Capital da Galiza, sede de uma interessante dinâmica de arte contemporânea é o Foco deste ano;
  • Três galerias de Santiago Compostela integram esta secção com curadoria de Asunta Rodríguez;
  • 18 galerias portuguesas e 5 galerias internacionais integram o Programa Geral da feira;
  • 2ª edição do Prémio FLAD de Desenho com trabalhos dos finalistas António Olaio, Carla Cabanas, Cecília Costa, Maria Capelo, Noé Sendas, Paulo Lisboa, Pedro Barateiro, Pedro A.H. Paixão, Susanne S. D. Themlitz e Vera Mota.

Na Drawing Room Lisboa 2022, que se realiza de 26 a 30 de outubro na Sociedade Nacional de Belas Artes, a secção Foco, que se debruça sobre uma cena artística local a partir de uma pequena representação das suas galerias, é dedicada a Santiago de Compostela, sede de uma interessante dinâmica de arte contemporânea.

 

A curadoria do Foco deste ano está nas mãos de Asunta Rodríguez com uma nova abordagem: uma galerista com uma longa e renomada carreira observa o trabalho dos seus colegas e escolhe com eles os artistas e as obras que devem viajar para Lisboa. As galerias selecionadas são a Galería Trinta, Metro e Luisa Pita e cada uma delas mostra o trabalho de três artistas.

 

Asunta Rodríguez estudou Geografia e História na Universidade de Santiago de Compostela, especializando-se em Arte Moderna e Contemporânea. É diretora da Galería Trinta desde 1991, com a qual participou em feiras como Art Chicago, Art Miami, Expoarte México, Art Lima, Este Arte e Arco Madrid, onde recebeu em 1995 o prémio de melhor stand. Ela fez também parte do comité organizador do Arco e Art Madrid.

A integrar o Programa Geral de 2022  da 5ª edição da Drawing Room Lisboa encontram-se 18 galerias portuguesas, uma seleção da responsabilidade de Mónica Álvarez Careaga, diretora da Drawing Room Lisboa, e do Comité Consultivo da Feira, como: Vera CortêsFilomena Soares, Pedro Cera, 3+1 Arte Contemporânea, Bruno Múrias ou Miguel Nabinho de Lisboa, Galeria Fernando SantosPedro Oliveira, KubikGallery ou Presença, do Porto, ou ainda Fonseca Macedo – Arte Contemporânea, de Ponta Delgada, Açores. À representação portuguesa, juntam-se ainda cinco galerias internacionais, como as espanholas Galería SiboneyGalería Silvestre e Martínez & Avezuela, a alemã Jahn und Jahn ou a galeria Encounter Contemporary, sedeada em Londres.

 

Em outubro vão ainda estar expostos os trabalhos dos 10 finalistas da segunda edição do Prémio FLAD de Desenho: António Olaio, Carla Cabanas, Cecília Costa, Maria Capelo, Noé Sendas, Paulo Lisboa, Pedro Barateiro, Pedro A.H. Paixão, Susanne S. D. Themlitz e Vera Mota. O vencedor será conhecido no dia 29 de outubro, na Drawing Room Lisboa – parceira desta edição – e receberá um prémio monetário de 20 mil euros. Esta iniciativa visa apoiar a produção artística e inovação em Portugal e resulta de uma parceria entre a Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento e a Drawing Room Lisboa.

Fonte: paristexas.pt

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar