Diga-lhe com Quinta de Lemos

433 views

Agora que aí vem o Dia dos Namorados, aproveite para oferecer uma edição especial de vinhos Quinta de Lemos à sua cara metade.

Tenha ou não o hábito de celebrar o Dia de S. Valentim, todos os pretextos são bons para oferecer à sua cara-metade uma edição especial com os aromas do Dão e dizer-lhe, sem ser por palavras, que o/a ama. Sob o mote de “You, Me & Wine”, esta sugestão inclui três belíssimos vinhos de Quinta de Lemos: D. Louise 2006, D. Santana 2007 e Jaen 2010. Por 45€, terá vinho para vários jantares românticos em datas à sua escolha e muitos brindes ao amor. Até porque esse não precisa de dia para ser celebrado.

Se não sabe a origem da lenda do S. Valentim, relembramo-la rapidamente: no século III d.C, em Roma, o imperador Claúdio II proibiu a celebração de casamentos, com o objectivo de criar um exército forte. Contudo, um bispo, de seu nome Valentim, continuou a celebrar estas cerimónias em segredo – o que acabou por valer-lhe a prisão e condenação à morte. Durante o tempo em que esteve preso, muitos foram os que lhe deixaram flores e bilhetes à porta, o que deu origem à tradição que perdura nos dias de hoje. Conta-se ainda que a filha do carcereiro, Artérias, que era cega, pediu ao pai para ir visitar o bispo – e acabou por se apaixonar. Dizem até que a jovem recuperou a visão, por milagre. Condenado à morte no dia 14 de fevereiro de 270, Valentim ganhou honras de santo e pôs casais do mundo inteiro a celebrar nesse dia. Brinde com Quinta de Lemos, nesse e nos outros dias do ano, para manter o amor.

Sobre os vinhos Quinta de Lemos:

Os vinhos Quinta de Lemos reflectem as características do Dão elevadas ao seu expoente máximo. Símbolo da nova geração de produtores desta região, apresenta vinhos aspiracionais que começaram com o sonho de Celso de Lemos de criar um vinho excepcional, em meados da década de 1990, quando adquiriu a quinta.

Desde que o primeiro vinho foi lançado no mercado em 2010, a qualidade dos vinhos Quinta de Lemos tem sido alvo das principais distinções a nível nacional e internacional. Robert Parker, o crítico da área mais reconhecido internacionalmente, pontuou dois vinhos da colheita de 2011 da Quinta de Lemos, o Dona Georgina e o Touriga Nacional, com 94 pontos, feito que poucos produtores no mundo se podem orgulhar. Por outro lado, a Quinta de Lemos é um dos únicos produtores que todos os anos cria vinhos monovarietais, que exibem as características individuais de quatro castas autóctones da região (Alfrocheiro, Jaen, Touriga Nacional e Tinta Roriz), trabalhando-as de forma especial. Apenas 25% das uvas retiradas das vinhas são utilizadas para a produção de todos os vinhos, que respeitam os padrões de alta qualidade requeridos pela família de Lemos. Além dos vinhos monocasta, a marca produz todos os anos blends, elaborados a partir de castas autóctones da região, que homenageiam as figuras femininas da família (Dona Georgina, Dona Santana, Dona Louise, Dona Paulette, Geraldine, Nelita…).

 

Fonte: chefsagency  

Ads

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais informação

Se não pretender usar cookies, por favor altere as definições do seu browser.

Fechar